Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8394
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFarias, Márcia Fernandes de-
dc.contributor.authorRocha-Barreira, Cristina de Almeida-
dc.date.accessioned2014-07-07T16:14:39Z-
dc.date.available2014-07-07T16:14:39Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationFARIAS. de F. M. ; ROCHA-BARREIRA. A. de C.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8394-
dc.description.abstractThis research work was designed to evaluate the population density and dispersion pattern of Tagelus plebeius in the Ceará River estuary, Ceará State, correlating these parameters to seasonal variations in temperature, salinity, rainfall and sediment characteristics in that area. Samples were collected monthly from May, 2006 to June, 2007, in diurnal spring tides. The temperatures of air, water and sediment did not change significantly during the study period, and there were no significant changes in granulometric composition. The bed was constituted by fine sand, with a predominance of silt-sand grain size. T. plebeius are randomly distributed along the study area, with maximum monthly average density of 41.2 ind.m-2 (December, 2006) and a minimum of 4 ind.m-2 (September, 2006). The correlation analysis also showed that rainfall has a strong influence on the distribution pattern of bivalves. It is probable that organisms tend to aggregate in more distant areas of the edge of the bed in order to reduce osmoregulatory effects of decreased salinity during this period, as well as increased river flow have changed the disposition of the bed, which can have promoted the aggregation of organisms.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherArtigos da Revista de Ciências do Marpt_BR
dc.titleAspectos populacionais de Tagelus plebeius (Mollusca: Bivalvia: Solecurtidae) no estuário do Rio Ceará, Nordeste do Brasilpt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.abstract-ptbrA pesquisa avaliou a densidade populacional e o padrão de dispersão de Tagelus plebeius no estuário do rio Ceará, em Fortaleza, Ceará, correlacionando estes parâmetros às variações sazonais de temperatura, salinidade, precipitação pluviométrica e às caraterísticas do sedimento no local. Foram efetuadas coletas mensais, de maio/2006 a junho/2007, em marés diurnas de sizígia. As temperaturas do ar, da água e do sedimento não variaram significativamente no período de estudo, e não foram observadas alterações importantes na constituição granulométrica da área. O banco constituiu-se por areia fina, com predominância de granulometria lodo-arenosa. T. plebeius apresentou um padrão de dispersão (índice de dispersão standartizado de Morisita) predominantemente aleatório, sendo do tipo agregado apenas em maio/2006 e junho/ 2007. A densidade média mensal máxima foi 41,2 ind./m2 (dezembro/2006) e a mínima foi 4 ind./m2 (setembro/2006). A análise de correlação apontou também uma forte influência das chuvas no padrão de distribuição dos bivalves. É provável que os organismos tendam a uma agregação em áreas mais afastadas das margens do banco, para reduzirem os efeitos osmorregulatórios da diminuição da salinidade neste período, assim como o aumento da vazão do rio tenha alterado a disposição do banco, o que pode ter promovido a agregação dos organismos observada no final do período chuvoso.pt_BR
dc.title.enPopulation aspects of Tagelus plebeius (Mollusca: Bivalvia: Solecurtidae) in the Ceará River estuary, Ceará State, northeast Brazilpt_BR
Appears in Collections:LABOMAR - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_art_mfdefarias.pdf560,31 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.