Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/56464
Title in Portuguese: Prefiro não: retraduzindo Bartleby, the scrivener, de Herman Melville, para o português sob abordagem da hermenêutica da tradução
Author: Moreira, Helton Bezerra
Advisor(s): Costa, Walter Carlos
Keywords: Estudos da Tradução
Melville, Herman, 1819-1891
Bartleby
Issue Date: 2020
Citation: MOREIRA, Helton Bezerra. Prefiro não: retraduzindo Bartleby, the scrivener, de Herman Melville, para o português sob abordagem da hermenêutica da tradução. Orientador: Walter Carlos Costa. 2020. 104 f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução) - Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução, Centro de Humanidades, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2020.
Abstract in Portuguese: Esta dissertação tem como objetivo principal apresentar uma nova tradução com comentários para a novela Bartleby, The Scrivener, de Herman Melville, a partir das concepções teóricas da hermenêutica da tradução. Com base nas críticas de caráter filosófico e psicanalítico de Ross (2000), Mariotti (2013) e Attell (2013), é possível perceber que o narrador da novela é apresentado por Melville como pouco confiável, diferente do que suas críticas contemporâneas apontavam, e essa desconfiança em relação ao narrador permite novas interpretações para o personagem Bartleby, que, antes considerado um homem estranho, solitário, passivo e com transtornos psicológicos, passa a ser visto como um agente de mudança, de nenhum modo inerte, que atua persistentemente na desconstrução do status quo social e político. Aliando essas interpretações à análise de Glouberman (1980), percebe-se que o personagem principal é o narrador, não Bartleby, e todo esse insumo crítico sobre a obra convida à co-escrita ou reescrita da narrativa de Melville para o português que ressalte esses aspectos de ambos personagens – o que não se percebe em outras traduções brasileiras. Para tal, vou utilizar o aporte hermenêutico descrito nos modelos de Stefanink (2017), Cercel, Stolze e Stanley (2015), O'Keeffe (2015) e Steiner (1998), que ressaltam a contínua retradução como forma de contribuir para a subsistência de um texto.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/56464
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:POET - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_dis_hbmoreira.pdf993,47 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.