Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/53509
Title in Portuguese: Financiamento, alocação de recursos e eficiência das Instituições Federais de Ensino Superior– IFES
Author: Costa, Edward Martins
Advisor(s): Ramos, Francisco de Sousa
Keywords: IFES
Financiamento
Alocação de recursos
Fronteira de eficiência
Issue Date: 2010
Citation: Costa, Edward Martins. Financiamento, alocação de recursos e eficiência das Instituições Federais de Ensino Superior-IFES. 174 f. 2010. Tese (Doutorado em Economia). Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract in Portuguese: Esta tese discute três importantes pontos correlacionados que fazem parte do arcabouço da educação superior brasileira, tendo como ênfase as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES). O primeiro ponto trata da questão do investimento na educação superior pública e privada buscando verificar suas fontes e estruturas, incluindo a análise de quatro países-membros da OCDE. A análise sobre essa questão indicou quequando comparada com os quatro países-membros da OCDE, a estrutura de financiamento das IFES é inclusive semelhante à estrutura utilizada pela Inglaterra. O segundo ponto aborda os modelos de alocação de recursos utilizados pela Secretaria de Educação Superior (SESu), vinculada ao Ministério da Educação (MEC) nas últimas décadas, bem como o atual modelo de partição. Nesse momento também se analisa a evolução dos recursos de financiamento das IFES, evidenciando que os recursos destinados por meio da MDE possuem uma trajetória decrescente durante o período estudado, gerando dificuldades às IFES no cumprimento de suas atribuições. O terceiro e último ponto examina a fronteira de eficiência da educação superior pública federal através de uma metodologia não paramétrica denominada Análise Envoltória de Dados(DEA). Foram estimadas as fronteiras estáticas de cada ano e a fronteira dinâmica, bem como foi avaliado o índice de Malmquist, que verifica a produtividade através de painéis. A mensuração foi realizada através de alguns indicadores educacionais de gestão (os inputs e os outputs do processo produtivo) fornecidos pelas próprias instituições, cujo período se estendeu de 2004 a 2008. O conjunto total das IFES (49)foi dividido em dois subconjuntos– o grupo A contendo 28 instituições e o grupo B contendo 21– a fim de minimizar a heterogeneidade existente no setor. Os resultados das estimações das fronteiras de eficiência do modelo estático e do modelo dinâmico apontaram semelhanças, podendo ser consideradas em sua grande maioria fronteiras níveis descores de eficiência elevados. Por outro lado, a variação de produtividade das IFES em cada painel mostrou queda de produtividade para a maioria das IFES.Esses resultados mostram que apesar das fronteiras apresentarem baixos scores de ineficiência, houve um deslocamento da fronteira técnica de eficiência para um nível inferior, indicando que pode estar havendo deterioração do produto educacional ao longo do tempo
Abstract: This thesis discusses three related points that belong to the spectrum stressing the IFES.The first deals with the investment issue in higher education trying to verify its sourcesand structures including besides four countries members of the OECD. The analysis showed that the Brazilian financing structure is similar to the one used in England when compared to the OECD four members. The second point approaches the resource allocation models used by Secretaria de Educação Superior (SESu) linked to Ministério da Educação (MEC) in the last decades and the real partition models as well.Then an analysis of the resources evolution is done that belong to the financing structure of the IFES. The results confirmed that the resources sent to the IFES through MDE have a down turn during the analyzed period, causing problems to the develop the IFES activities. The third and last point analyzes the federal public higher education efficiency through a non parametric technique called Data Envelopment Analysis(DEA). We estimated the frontiers of static each year and dynamic frontier, as well as the Malmquistindex that checks the productivity through panels. Theme asurement was achieved by means of some educational indicators management (that act as inputs and outputs in the production process) provided by the institutions, in the period from 2004to 2008. Further the total number of IFES (49) was divide in two subsets (group A with28 institutions and group B with 21 institutions) in order to minimize the heterogeneity existing in the sector. The efficiency frontier estimation results of static and dynamic models pointed out similarities, where they can be treated as frontiers with higher score levels of efficiency. On the other hand, the IFES productivity variation in each panel showed e downturn in productivity for most IFES. These results show that in spite of the frontiers present low scores of inefficiency, there was a shift of the technical frontierof efficiency to a lower level, pointing out that can occur deterioration of the educational product along the time.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/53509
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:DEA - Teses defendidas em outras instituições

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_tese_emcosta.pdf2,12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.