Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/52925
Title in Portuguese: Repetição de Tarefa de Tradução, Memória de Trabalho e Desempenho Oral em L2
Author: Paula, Socorro Gardenia Carvalho de
Advisor(s): Tavares, Maria da Glória Guará
Keywords: Estudos da Tradução
Ensino de Línguas Baseado em Tarefas
Tarefa de Tradução
Issue Date: 2020
Citation: PAULA, Socorro Gardenia Carvalho de. Repetição de Tarefa de Tradução, Memória de Trabalho e Desempenho Oral em L2. 2020. 196f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução, Fortaleza (CE), 2020.
Abstract in Portuguese: Os Estudos da Tradução são uma disciplina recente que toma corpo a partir da década de 80 no Brasil, e vem ocupando um espaço de destaque como campo de estudo de LE, levantando uma questão em torno da importância de se utilizar a tradução em sala de aula. Uma abordagem pedagógica da tradução tem se dado por meio de tarefas. O Ensino de Línguas Baseado em Tarefas (ELBT) tem sido visto por autores como Ellis (2003), Bygate, Skehan e Swain (2001) como uma abordagem eficaz no ensino e aprendizagem de línguas. Partindo-se desse pressuposto, a utilização de uma tarefa de tradução através da narrativa em L2 de imagens pode contribuir para esse processo. Dentro do estudo de tarefas, surge então um construto que também passou a atrair considerável atenção: o planejamento como forma de preparação para o desempenho das já referidas tarefas, permitindo um processamento de linguagem mais controlado, com resultados mais sofisticados em termos de complexidade, acurácia e fluência. Sendo assim, uma das formas de se realizar um planejamento eficaz seria através da repetição de tarefas, onde a primeira realização de uma tarefa é vista como uma forma de planejamento para um segundo encontro com a mesma tarefa. Portanto, este estudo pretende investigar a relação entre capacidade de memória de trabalho e desempenho oral em L2 a partir da repetição de uma tarefa de tradução. Mais especificamente, ele investiga se a repetição de uma tarefa de tradução leva a diferenças significativas no desempenho oral de L2, conforme descrito em diversos estudos (BYGATE, 2001; GASS, MACKEY, ALVAREZTORRES & FERNANDEZ-GARCIA, 1999; KIM & TRACY VENTURA, 2013; LYNCH &MCLEAN, 2000; PATANASORN, 2010; D’ELY, 2006, dentre outros). Além disso, visto que os benefícios do planejamento podem depender da capacidade de realmente recuperar o que foi planejado e implementar tais informações no novo desempenho da tarefa (ORTEGA,2005), o presente estudo também tem o intento de investigar quais indivíduos, se com maior ou menor capacidade de memória de trabalho, resgatam mais informações do primeiro encontro com uma tarefa de tradução e implementam tais informações ao repeti-la. Investiga ainda quais indivíduos, se com maior ou menor capacidade de memória de trabalho, se beneficiam mais da repetição da tarefa de tradução em termos de fluência, acurácia e complexidade. Uma população de 30 alunos da Casa de Cultura Britânica foi submetida àcoleta de dados que consistiu de um teste de memória de trabalho, uma tarefa de tradução repetida por duas vezes e dois questionários. Em geral, os resultados mostraram que a repetição da tarefa de tradução levou a ganhos significativos em termos de fluência e acurácia, mas não em complexidade. Além disso, também mostrou que a porcentagem de informações resgatas do primeiro encontro com a tarefa de tradução e implementadas no segundo encontro foi estatisticamente a mesma para ambos os grupos de maior e menor capacidade de memória. Os resultados indicaram também que para a variável acurácia (% de orações livres de erro) os indivíduos do grupo de menor memória apresentaram, em média, ganhos significativamente superiores em comparação com o grupo de maior memória, sugerindo que participantes de menor memória se beneficiaram mais da repetição da tarefa de tradução. Os resultados foram discutidos à luz da literatura nos campos do Ensino de Línguas Baseado em Tarefas, tarefas de tradução, repetição de tarefas, memória de trabalho e produção de fala. Implicações pedagógicas também foram apontadas sugerindo que a repetição de tarefas pode ser sim uma valiosa ferramenta pedagógica para promover benefícios no desempenho oral dos alunos na medida em que permite o desenvolvimento de ambos significado e forma do idioma a ser aprendido.
Abstract: Translation Studies are a recent discipline that has taken shape since the 80's in Brazil, and has been occupying a prominent place as a field of study of FL, raising a question about the importance of using translation in the classroom. A pedagogical approach to translation has been done through tasks. Task-Based Language Teaching (TBLT) has been seen by authors such as Ellis (2003), Bygate, Skehan and Swain (2001) as an effective approach in language teaching and learning. Based on this assumption, the use of a translation task through the L2 narrative of images can contribute to this process. Within the task study, a construct that also attracts considerable attention emerges: planning as a form of preparation for the performance of the already mentioned tasks, allowing a more controlled language processing with more sophisticated results in terms of complexity, accuracy and fluency. Thus, one of the ways to achieve effective planning would be through task repetition, where the first realization of a task is seen as a form of planning for a second encounter with the same task. Therefore, this study intends to investigate the relationship between working memory capacity and oral performance in L2 using the repetition of a translation task. More specifically, it investigates whether the repetition of a translation task leads to significant differences in the oral performance of L2, as described in several studies (BYGATE, 2001; GASS, MACKEY, ALVAREZ-TORRES & FERNANDEZ-GARCIA, 1999; KIM & TRACY VENTURA, 2013; LYNCH & MCLEAN, 2000; PATANASORN, 2010, D’ELY 2006,among others). In addition, since the benefits of planning may depend on the ability to actually recover what was planned and implement such information in the new performance of the task (ORTEGA, 2005), the present study also aims to investigate which individuals, if with higher or lower working memory capacity, retrieve more information from the first encounter with a translation task and implement this information when repeating it. It also investigates which individuals, whether with higher or lower working memory capacity, benefit most from the repetition of the translation task in terms of fluency, accuracy and complexity. A population of 30 students from “Casa de Cultura Britânica” underwent data collection which consisted of a working memory test, a translation task repeated twice and two questionnaires. In general, the results showed that the repetition of the translation task led to significant gains in terms of fluency and accuracy, but not in complexity. In addition, it also showed that the percentage of information retrieved from the first encounter with the translation task and implemented in the second encounter was statistically the same for both groups of higher and lower memory capacity. The results also indicated that for the variable accuracy (% of error-free clauses), the individuals in the group with the lowest memory showed, on average, significantly higher gains compared to the group with the highest memory, suggesting that participants with lower memory benefited more from the repetition of the translation task. The results were discussed in the light of the literature in the fields of Task-Based Language Teaching, translation tasks, task repetition, working memory and speech production. Pedagogical implications were also pointed out suggesting that task repetition can be a valuable pedagogical tool to promote benefits in the students' oral performance as it allows the development of both meaning and form of the language to be learned.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/52925
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:POET - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_dis_sgcpaula.pdf2,25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.