Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8053
Title in Portuguese: Autoafirmação das africanidades na Prainha do Canto Verde: tirando o véu da invisibilidade da negritude
Title: Self-assertion of Africanities in Canto Verde: unveiling the invisibility of blackness
Author: Almeida, Maria Inez de Lima
Advisor(s): Petit, Sandra Haydée
Keywords: Afro-descendant culture
School
Cultura afrodescendente
Prainha do Canto Verde
Escola
Luta
Issue Date: 2014
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: Almeida, M. I. L.; Petit, S. H. (2014)
Abstract in Portuguese: Este trabalho é dirigido para a autoafirmação afrodescendente da comunidade de Canto Verde, Reserva Extrativista no litoral do Ceará. Visei contribuir com o tema da negritude, o ensino africano respaldado pela Lei 10.639/03. Comecei apresentando a comunidade, as questões e os objetivos. Em seguida, fiz uma descrição de como fui ganhando os conhecimentos de base africana que me respaldaram. Identifico na minha própria história de vida os valores e saberes negros achados na minha raiz ancestral familiar. Utilizei a técnica da construção de árvores para mostrar as raízes afrodescendentes das famílias da comunidade. Da mesma forma, os saberes que marcaram a minha trajetória de vida, e as raízes de minha família. Mostrei as minhas relações de parentesco que têm estreita relação com moradores da comunidade, pelo parentesco e pela vizinhança. Construí um diálogo pela investigação empírica através de entrevistas realizadas com lideranças, mulheres, pescadores, e pessoas idosas, além de fotos e documentos. Dei ênfase aos saberes, costumes, culinária, arquitetura. Construí uma relação das características da luta social destacando os valores de resistência com as características afrodescendentes, patrimônio material e imaterial (CUNHA, 1999, 2010, 2011). De forma transversal, destaquei a educação na escola e as relações comunitárias como os espaços estratégicos que propiciam autonomia pela apropriação da cultura local. Apresentei as visibilidades presentes nas histórias de vida como possibilidades pedagógicas capazes de impulsionar a desconstrução de discriminações. A escrita narrativa destaca o processo de inserção dos sujeitos da comunidade nas lutas sociais e as estratégias metodológicas seguiram a pesquisa-ação de (BARBIER, 2007). Referenciei a minha abordagem teórica na afrodescendência (CUNHA, 1999, 2010, 2011) e na Cosmovisão Africana (HAMPÂTÉ BÂ, 1982, 1987; CUNHA, 1999, 2010, 2011; PETIT, 2001; OLIVEIRA, 1988, 2006). Além do enlace pedagógico com a Pretagogia (PETIT, SILVA, 2012), e com a Educação Popular (FREIRE, 2011; BRANDÃO, 1984).
Abstract: This work is directed to the self-affirmation of African descent Corner Green, Extractive Reserve on the coast of Ceará community. Viso contribute on the subject of blackness, African education backed by Law 10.639/03. Start presenting community issues and goals. I give a description of how I gained the knowledge base of African endorsed me. I identify in my own life story and values ​​blacks knowledge found in my family ancestral roots. I use the technique of building trees to show the roots of African descent families in the community. Likewise the knowledge that marked my life path, and the roots of my family. Show my kinship that has close relationship with community residents, by kinship and the neighborhood. Build a dialogue by empirical research through interviews, photos and documents held with leaders, women, fishermen, and the elderly. I emphasize the knowledge, customs, cuisine, architecture. Build a relationship of the characteristics of social struggle highlighting the strength values ​​with African descent characteristics, tangible and intangible heritage (WEDGE). Transversely emphasize education at the school and community relations as strategic spaces that promote autonomy by appropriating local culture. Visibilities present the gifts in life histories as a pedagogical possibilities that can boost the deconstruction of discrimination. The written narrative highlights the process of insertion of the subject community in social struggles and the methodological strategies follow the action research (BARBIER). I refer to my theoretical approach in afrodescendência (CUNHA) and the African Worldview (BA, CUNHA, PETIT, OLIVEIRA). Beyond the educational link with Pretagogia (PETIT, SILVA), and Popular Education (FREIRE, BRANDÃO).
Description: ALMEIDA, Maria Inez de Lima. Autoafirmação das africanidades na Prainha do Canto Verde: tirando o véu da invisibilidade da negritude. 2014. 104f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8053
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_milalmeida.pdf1,33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.