Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6535
Title in Portuguese: Popper, o historicismo, e o método das ciências sociais
Title: Popper, historicism, and the method of the social sciences
Author: Costa, Paulo Alberto Viana da
Advisor(s): Imaguire, Guido
Keywords: Social Sciences
Historicism
Popper,Karl Raimund,Sir,1902-1994 - Crítica e interpretação
Ciências sociais - Metodologia
Análise situacional(Ciências sociais)
Issue Date: 2011
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: Costa, P. A. V.; Imaguire, G. (2011)
Abstract in Portuguese: A partir da crítica do historicismo e do holismo, busca apresentar o método das ciências sociais como proposto por Karl Popper. Após uma breve exposição do método das ciências naturais e discussão sobre alguns de seus componentes, a saber os conceitos de método dedutivo, falseabilidade, e corroboração, o historicismo é definido e criticado. Por meio do uso de certos exemplos baseados na física do século XX, mostra como é possível refutar o historicismo por provar que uma teoria em prima facie determinista não pode assegurar o determinsmo do mundo nem de suas previsões. Define a chamada análise situacional, que afirma ser a tarefa das ciências sociais a explicação de situações típicas. Mostra a origem desse métodos e suas principais influências, bem como seus limites. Exibe porque a análise situacional não pode ser o único método das ciências sociais e porque a psicologia não pode ser eliminada do estudo de certas situações sociais.
Abstract: From the critic of the historicism and holism it searches to present the method of the social sciences as it is proposed by Karl Popper. After a short exposition about the method of the natural sciences and some of its components, namely the concepts of deductive method, falseability, and corroboration, historicism is defined and criticized. Through the use of some examples based in XX century physics it shows how is possible to disprove historicism, showing that a prima facie deterministic theory can not ensure the determism of the world, nor of its forecasts. It defines the so called situational analysis, which maintains social that the social sciences task is the explanation of typical situations. Indicates the origin of this concept e its major influences as well as its limits. Exhibits why situational analysis can not be the sole method of the social sciences, and why psychology can not be eliminated from the study of some social situations.
Description: COSTA, Paulo Alberto Viana da. Popper, o historicismo, e o método das ciências sociais. 2011. 99f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Filosofia, Fortaleza (CE), 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6535
Appears in Collections:PPGFILO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011-DIS-PAVCOSTA.pdf673,04 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.