Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5352
Title in Portuguese: Impactos das transferências de renda governamentais no Mercado de trabalho brasileiro
Author: Oliveira Filho, Sérgio Mendes de
Advisor(s): Marinho, Emerson Luís Lemos
Keywords: Renda
Economia do trabalho
Mercado de trabalho
Issue Date: 2010
Citation: OLIVEIRA FILHO, Sérgio Mendes de. Impactos das transferências de renda governamentais no mercado de trabalho brasileiro. 2010. 46f. : Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2010.
Abstract in Portuguese: Tendo em vista a escassez de estudos empíricos na literatura envolvendo uma possível redução do trabalho como incentivo adverso dos programas de transferências de renda governamentais, esta dissertação se propõe a analisar de forma detalhada o impacto das transferências sobre a oferta de trabalho formal e informal dos chefes de família e de todos os indivíduos maiores de 10 anos. Para análise dos efeitos no âmbito das decisões de entrada no mercado de trabalho foi estimado um modelo logit multinomial, enquanto no âmbito das jornadas de trabalho utilizou-se uma variação do método de Durbin e Mc Fadden (1984) para correção de viés de seleção baseado em modelos logit multinomiais, contida em Bourguignon et al. (2004). Verificou-se que as transferências têm efeito positivo sobre as probabilidades do indivíduo não trabalhar e de trabalhar informalmente, porém, este último parece estar mais relacionado a um efeito substituição, pois se observou paralelamente um efeito negativo sobre a probabilidade de trabalhar no setor formal. Obteve-se ainda os benefícios impactam negativamente nas horas ofertadas pelos chefes de família tanto no setor formal quanto no informal, efeito esse que também foi verificado na oferta de horas no setor formal de todos os indivíduos. Contudo, ao consideramos a jornada de trabalho de todos aqueles engajados no setor informal, obteve-se que as transferências de renda atuam não como um desestímulo e sim como um fator ampliador das horas trabalhadas.
Abstract: In view of the empirical studies shortage in literature involving a possible reduction of labor as adverse incentive for the government income transference, this thesis intends to analyze in a detailed way the impact of transferences over the formal and informal labor supply from the family heads such as every individuals older than 10 years old. For the analyze of the effects in scope of the entrance decisions in job market it was estimated a multinomial logit model, while in the scope of the working time it was used a variation of the method of Durbin and McFadden (1984) for selection bias correction based on the multinomial logit, contained in Bourguignon et al. (2004). It has verified that transferences have positive effect over the probabilities that the individual doesn’t work and does informally work. However, this last one seems to be related to a substitution effect, once it has been observed a parallel negative effect over the probability to work on the formal sector. It has been obtained yet that the benefits negatively impacts on the offered hours by the family heads wether in the formal or non formal sector, effect that has happened to be verified on the hours offering in formal sector of all individuals. In the other hand, as we consider the hours of working of those who are engaged in informal sector, it has obtained that income transferences perform not as a discourage issue but as a magnifier factor of worked hours.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5352
Appears in Collections:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_dissert_smoliveirafilho.pdf247,68 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.