Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35911
Title in Portuguese: Política de acolhimento institucional para adolescentes: uma análise através das percepções de jovens institucionalizados sobre o viver em abrigo
Author: Mateus, Carmelita do Nascimento
Advisor(s): Bezerra, Roselane Gomes
Keywords: Juventude
Institucionalização
Famílias
Abrigo
Families
Issue Date: 2018
Citation: MATEUS, Carmelita do Nascimento. Política de acolhimento institucional para adolescentes: uma análise através das percepções de jovens institucionalizados sobre o viver em abrigo. 2018. 107f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Avaliação de Políticas Públicas, Fortaleza (CE), 2018.
Abstract in Portuguese: Este trabalho tem como objetivo analisar a política de acolhimento institucional por meio das percepções de jovens acolhidos sobre o viver em abrigo. Esta política faz parte da alta complexidade da Assistência Social, e efetiva-se como serviço socioassistencial. O grupo estudado nesta pesquisa abrange jovens que têm entre 15 e 19 anos, são do sexo masculino e vivem num abrigo na cidade de Fortaleza, capital do Ceará. Para realizar esta análise utilizo alguns pressupostos e técnicas inerentes à Avaliação em Profundidade, tentando aliar ao conhecimento sobre as percepções dos jovens, o contexto de efetivação e elaboração da política, os discursos que a configuram e as trajetórias socio-históricas e institucionais. As análises demonstraram os sentidos de contradição e ambivalência que os jovens constroem em suas percepções sobre a vida num abrigo, evidenciando que este espaço físico e subjetivo é o palco de intensos processos de significação; demonstram a necessidade de fortalecimento dos vínculos de origem, da criação de condições para uma vida autônoma, bem como da qualificação dos profissionais e dos espaços de Acolhimento Institucional que, embora precarizados, são ainda ponto de apoio e base de impulso dos jovens para um futuro digno. Conclui expondo a necessidade de uma política que esteja de fato atrelada aos interesses e contextos dos jovens acolhidos e de suas famílias.
Abstract: This study aims to analyze institutional reception policy through the perceptions of young people about living in shelter. This policy is part of the high complexity of Social Assistance, and is effective as a social assistance service. The group studied in this study includes young people between the ages of 15 and 19, who are male and live in a shelter in the city of Fortaleza, capital of Ceará. In order to carry out this analysis, I use some assumptions and techniques inherent to the In-depth Assessment, trying to combine the knowledge about the perceptions of the young, the context of effectiveness and elaboration of the policy, the speeches that shape it and the socio-historical and institutional trajectories. The analyzes demonstrated the sense of contradiction and ambivalence that young people construct in their perceptions about life in a shelter, evidencing that this physical and subjective space is the stage of intense processes of signification; demonstrate the need to strengthen ties of origin, create the conditions for an autonomous life, as well as the qualification of professionals and institutional reception spaces that, although precarious, are still a point of support and a basis for the young people's drive for a future worthy. It concludes by exposing the need for a policy that is in fact linked to the interests and contexts of young people and their families.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35911
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:MAPP - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_cnmateus.pdf2,34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.