Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31041
Title in Portuguese: Discutindo a relação entre a Internacionalização e o desempenho no contexto brasileiro: análise das maiores companhias abertas do Brasil
Author: Menezes, Isadora Furtado
Advisor(s): Vasconcelos, Alessandra Carvalho de
Keywords: Desempenho
Empresas
Globalização
Issue Date: 2014
Citation: MENEZES, Isadora Furtado. Discutindo a relação entre a Internacionalização e o desempenho no contexto brasileiro: análise das maiores companhias abertas do Brasil. 2014. 17 p. TCC (graduação em Ciências Contábeis) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza-CE, 2014.
Abstract in Portuguese: Objetivou-se analisar, neste estudo, a interação entre as estratégias de internacionalização e o desempenho, especificamente no grupo das maiores companhias de capital aberto do Brasil, de acordo com a Revista Exame Melhores e Maiores (Edição 2013), tomando-se a abordagem contingencial como pressuposto teórico básico à adaptação rumo ao desempenho. Descritivo, documental e sob abordagem quantitativa, foram empregados o Teste de Mann-Whitney e a Análise de Correspondência (Anacor). Foi demandada a realização de análise de conteúdo à etapa de coleta dos dados referentes às estratégias de internacionalização. Consideraram-se como variáveis da inserção internacional das firmas: (i) internacionalização do capital social; (ii) internacionalização das receitas; (iii) internacionalização dos mercados; e (iv) a emissão de ADRs como meio de internacionalização. Ao desempenho, empregaram-se os retornos: (i) dos ativos – Return on Assets (ROA); e (ii) do patrimônio líquido – Return on Equity (ROE). A amostra abarcou 99 empresas, tendo como período de análise o ano de 2012. Os resultados demonstraram que: (i) há diferentes graus de inserção internacional pelas empresas, sendo a dispersão geográfica das instalações a estratégia mais frequente e a emissão de ADRs a menos comum; (ii) São distintas e acentuadas as discrepâncias de desempenho, comparando-se empresas exclusivamente nacionais e empresas internacionalizadas, sendo significativas essas diferenças no escopo das estratégias de internacionalização do capital, exportação e emissão de títulos ao mercado norte-americano; (iii) Considera-se haver associação negativa, entre os graus de inserção internacional e os retornos das empresas brasileiras analisadas. Conclui-se que, no contexto brasileiro, a elevada inserção internacional da empresas, devido a inúmeros fatores adaptativos, pode estar resultando na corrosão do desempenho.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31041
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_tcc_ifmenezes.pdf474,95 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.