Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30344
Título: A pichação como experiência Estético-Política
Autor(es): Tabosa, Vagner Gonzaga Sales
Orientador(es): Kroef, Ada Beatriz Gallicchio
Palavras-chave: Pichação
Pixação
Arte urbana
Política
Aparelhos de estado
Comunicação
Partilha do sensível
Data do documento: 2015
Citação: Tabosa, V. G. S.; Kroef, A. B. G. (2015)
Resumo: A pixação é uma prática presente na maioria das cidades urbanas. Ela mobiliza pessoas em prol de um comum e tem um caráter subversivo frente ao Estado. O artigo pretende analisar a prática da pixação e da organização dos pixadores como agentes políticos. Para isso tem como base principalmente os conceitos de Aparelho de Estado, propostos por Lous Althusser (1970) e o conceito de Partilha do Sensível, proposto por Jacques Ranciére (2005). Primeiramente partindo de uma definição e diferenciação de pixação e grafite até sua análise teórica, o artigo se debruça sobre exemplos da cidade de Fortaleza e São Paulo.
Descrição: TABOSA, Vagner Gonzaga Sales; KROEF, Ada Beatriz Gallicchio. A pichação como experiência Estético-Política. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DA COMUNICAÇÃO. 38, Rio de Janeiro, 4 a 7 set. de 2015., Rio de Janeiro. Anais..., Rio de Janeiro: Intercom, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30344
ISSN: 2175-4683
Aparece nas coleções:ICA - Trabalhos apresentados em eventos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_eve_vgstabosa;abgkroef.pdf219,77 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.