Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8085
Title in Portuguese: Orlando e a tradução da personagem para as telas
Title: Orlando and the translation of the character to the screen
Author: Barros, Francisco Rafael Silva
Advisor(s): Silva, Carlos Augusto Viana da
Keywords: Literature
Translation
Potter,Sally,1949- .Orlando(Filme) - Crítica e interpretação
Woolf,Virginia,1882-1941.Orlando - Adaptações para cinema
Personagens cinematográficos
Cinema e literatura
Issue Date: 2012
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: BARROS, F. R. S.; SILVA, C. A. V. (2012)
Abstract in Portuguese: O presente trabalho analisa a tradução do romance/biografia Orlando (1928), de Virginia Woolf para as telas, no filme homônimo de 1993, da diretora Sally Potter. Orlando conta a história de um nobre inglês que cultiva o dom da escrita literária, vive por mais de trezentos anos e que sofre uma mudança de sexo, do masculino para o feminino. O foco da nossa pesquisa é a tradução da personagem principal, da literatura para o cinema: delineamos alguns traços de sua personalidade para compreendê-lo dentro do romance/biografia, como também consideramos alguns aspectos externos que o complementam ou fazem parte da sua construção; posteriormente, submetemos a personagem cinematográfica ao mesmo processo a fim de compararmos ambos. Para tal, partimos de uma prévia contextualização histórica dos objetos e de seus contextos de criação. Nossa pesquisa é fundamentada na teoria dos polissistemas de Itamar Even-Zohar (1978), no conceito de tradução como reescritura de André Lefevere (2007), no estudo da personagem de ficção de Antonio Candido (2007) e nos estudos de estética do cinema, de Jacques Aumont (1995). Não pretendemos com esta pesquisa lançar juízo de valor comparativo a nenhuma das obras, muito menos chegar a afirmar que uma é melhor em detrimento da outra. Todavia, almejamos demonstrar qual a contribuição da personagem do romance/biografia na construção da personagem cinematográfica e em que medida esta contribui e influencia na ampliação de novos leitores do livro de Woolf. A priori, compreendemos que a construção da personagem do romance/biografia está ligada a dois pontos fundamentais: Vita Sackville-West, a quem o romance é dedicado, e ao desejo de libertação (intelectual e financeira) da escritora, tema recorrente nas palestras e escritos de Woolf naquela década. Partimos da ideia de que Sally Potter trabalha a imortalidade e o desejo de liberdade de sua personagem de maneira diferente: seu foco se volta para o social e para implicações pós-coloniais, trazendo-a de uma personalidade de identidade britânica para uma mais universal. Esta pesquisa é financiada pela Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico – FUNCAP.
Abstract: The following study analyses the translation of the novel/biography Orlando (1928), by Virginia Woolf, to its homonymous film adaptation in 1993, directed by Sally Potter. Orlando tells the story of an English nobleman who owns the gift of literary writing and lives for more than three hundred years, changing his sex, from male to female. The focus of our research is the translation of the main character, Orlando, from novel to film: we outlined some aspects of his/her personality to understand him/her actions throughout the novel/biography, and also considered some external aspects that complement or are part of his/her construction. Then, we submit the film character to the same process, to compare both. In order to do so, we started from a prior historical contextualization of the objects and their contexts of production. Our research is based on Itamar Even-Zohar’s polysystem theory (1978), the concept of translation as rewriting, by Andre Lefevere (2007), Antonio Candido’s study of the fictional character (2007), and Jacques Aumont’s studies about the aesthetics of cinema (1995). We do not intend to evaluate any of the objects (novel and movie), or to say that one is better than another. However, we aim to demonstrate what was the contribution of the character of the novel/biography to the construction of the film character, and to what extent the film character contributes and influences to the new readers of Woolf’s book. Primarily, we are aware that the construction of the character in the novel/biography is linked to two fundamental points: Vita Sackville-West, to whom the novel is dedicated, and the desire of freedom (intellectual and financial) to the writer, a relevant theme in Woolf’s speeches and writings of that decade. Sally Potter deals with her character’s immortality and freedom desire in a different way: her focus turns into implications of social and post-colonial issues, turning Orlando from an initial British identity to a more universal one. This research is sponsored by Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico – FUNCAP.
Description: BARROS, Francisco Rafael Silva. Orlando e a tradução da personagem para as telas. 2012. 125f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Letras, Fortaleza (CE), 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8085
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGLE- Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_frsbarros.pdf2,63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.