Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/63056
Title in Portuguese: Avaliação, desenvolvimento e validação de instrumentos para apneia obstrutiva do sono à luz do modelo biopsicossocial
Author: Silva, Francisca Soraya Lima
Advisor(s): Leite, Camila Ferreira
Keywords: Estudos de Validação
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Apneia Obstrutiva do Sono
Modelos Biopsicossociais
Especialidade de Fisioterapia
Issue Date: 2021
Citation: SILVA, Francisca Soraya Lima. Avaliação, desenvolvimento e validação de instrumentos para apneia obstrutiva do sono à luz do modelo biopsicossocial. 2021. 16 f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia e Funcionalidade) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2021. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/63056. Acesso em: 17/12/2021.
Abstract in Portuguese: A Apneia Obstrutiva do Sono (AOS) é um distúrbio respiratório do sono caracterizado pelo estreitamento das vias aéreas superiores, prejudicando a ventilação durante o sono. Hipoxemia, sono fragmentado, hipercapnia transitória, oscilações da pressão intratorácica, aumento da atividade simpática, são consequências da AOS não tratada, que se associam a prejuízos tanto nas funções orgânicas como em aspectos sociais e comportamentais dos indivíduos, com repercussão na qualidade de vida e na funcionalidade. Diversos instrumentos são utilizados na prática clínica tanto para rastreio do risco de AOS como para seguimento clínico do indivíduo diagnosticado através de estudo polissonográfico. Devido à complexidade da AOS, é rotineiro o uso de instrumentos combinados em uma avaliação clínica. Nesse contexto, o artigo “Are the International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) domains considered in the obstructive sleep apnea instruments? An integrative review” analisou se os instrumentos disponíveis na literatura e validados para indivíduos com AOS contemplam os domínios da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF). A partir dos resultados encontrados foi possível identificar que, em apenas um instrumento (Índice de Qualidade de Vida da Apneia do Sono-SAQLI) estão contemplados todos os domínios da CIF. Evidencia-se que, para o contexto de avaliação desta condição de saúde, a funcionalidade não aparece como um desfecho significativo, revelando que o modelo biopsicossocial ainda não é estratégico para manejo da AOS. Ainda no contexto da perspectiva biopsicossocial no cuidado integral a saúde, a abordagem do paciente com AOS, realizada de forma mais eficiente, envolve esforços de uma equipe interdisciplinar. Por considerar que a atuação neste contexto exige habilidades e competências específicas, objetivou-se o desenvolvimento e validação de um instrumento intitulado AOS-CAF (Apneia Obstrutiva do sono - Conhecimento e atitudes em Fisioterapia) que tem como propósito analisar o conhecimento e atitudes de fisioterapeutas sobre AOS. Os resultados apontaram que o AOS-CAF apresenta propriedades psicométricas satisfatórias de validade e confiabilidade, possibilitando identificar diferenças no conhecimento de fisioterapeutas de diferentes especialidades e níveis de experiência. No processo de construção do AOS-CAF foi utilizado o instrumento OSAKA (Obstructive Sleep Apnea Knowledge and Attitudes) que tem como objetivo analisar o conhecimento e atitudes de médicos sobre AOS. Com aprovação da Universidade de Washington, foi realizada a tradução e adaptação transcultural do questionário para o português do Brasil. No processo de validação do OSAKA, foi revelado que os médicos de diferentes especialidades se julgam confiantes para o diagnóstico da AOS, mas não exibem a mesma confiança para o tratamento com pressão positiva. Esse achado sustenta ainda mais a importância da atuação interdisciplinar na AOS, sendo pertinente a atuação de um fisioterapeuta capacitado em sono para o manejo da terapia pressórica de pacientes com AOS. Estes estudos trazem informações para uma lacuna da literatura científica que ainda não associa os aspectos do sono à funcionalidade. Também possibilitam uma reflexão sobre a importância do reconhecimento da área de atuação do Sono na Fisioterapia direcionado à especialidade Cardiorrespiratória, bem como sobre a importância de que a temática Sono seja parte integrante da matriz curricular dos cursos da Saúde.
Abstract: Obstructive Sleep Apnea (OSA) is a sleep-disordered breathing characterized by narrowing the upper airways, resulting in impaired ventilation during sleep. Hypoxemia, fragmented sleep, transient hypercapnia, intrathoracic pressure oscillations, increased sympathetic activity, are consequences of untreated OSA, which are associated with impairments in both organic functions and social and behavioral aspects of individuals, with repercussions on quality of life and functionality. Several instruments are used in clinical practice for screening the risk of OSA and for clinical follow-up of the individual diagnosed through polysomnographic study. Due to the complexity of OSA, it is routine to use combined instruments in a clinical assessment process. In this context, the article “Are the International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) domains considered in the obstructive sleep apnea instruments? An integrative review" analyzed whether the instruments available in the literature and validated for individuals with OSA include the domains of the International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF). The analyses identified that, in only one instrument (Sleep Apnea Quality Index-SAQLI) all ICF domains were included. It is evident that, for the context of evaluation of this health condition, functioning does not appear as a significant outcome, revealing that the biopsychosocial model is not yet strategic for managing OSA. Also in the context of the biopsychosocial perspective in comprehensive health care, the approach of patients with OSA, performed more efficiently, involves the efforts of an interdisciplinary team. Considering that the performance in this context requires specific skills and competences, the objective was the development and validation of an instrument entitled AOS-CAF (Obstructive Sleep Apnea - Knowledge and Attitudes in Physiotherapy) that analyzes the knowledge and attitudes of physiotherapists about OSA. The results showed that the AOS-CAF presents satisfactory psychometric properties of validity and reliability, making it possible to identify differences in the knowledge of physiotherapists from different specialties and levels of experience. During the construction process of AOS-CAF, the OSAKA (Obstructive Sleep Apnea Knowledge and Attitudes) instrument was used, which analyzes the knowledge and attitudes of physicians about OSA. With approval from the University of Washington, the translation and cross-cultural adaptation of the questionnaire for the Portuguese in Brazil was conducted. In the OSAKA validation process, it was revealed that physicians from different specialties consider themselves confident for the diagnosis of OSA, but do not exhibit the same confidence for positive pressure treatment. This finding further supports the importance of interdisciplinary action in OSA, and the performance of a sleep-trained physiotherapist for managing positive airway pressure therapy of patients with OSA is pertinent. These studies bring information to a gap in the scientific literature that does not yet associate aspects of sleep with functioning. They also allow a reflection on the importance of recognizing the area of sleep in Physiotherapy directed to the Cardiorespiratory specialty, as well as on the importance of the theme Sleep being an integral part of the curricular matrix of health courses.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/63056
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGFISIO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_dis_fslsilva_resumida.pdfParcial382,81 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.