Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/63054
Title in Portuguese: “Nós” entre rabiscos e palavras: a construção de uma HQ para políticas públicas com jovens em vulnerabilidade
Author: Lopes, Deni Elliot Noronha
Advisor(s): Gomes, Rita Helena Sousa Ferreira
Keywords: Juventudes
História em Quadrinhos
Arte
Educação
Políticas Públicas
Issue Date: 2021
Citation: LOPES, D. E. N. “Nós” entre rabiscos e palavras: a construção de uma HQ para políticas públicas com jovens em vulnerabilidade. 2021. 25 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Psicologia e Políticas Públicas) - Campus Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2021.
Abstract in Portuguese: O presente artigo tem como objetivo apresentar o produto técnico “nós”, uma revista em quadrinhos desenvolvida durante o percurso de mestrado em psicologia e políticas públicas, na Universidade Federal do Ceará, além de suas potencialidades enquanto ferramenta no trabalho com jovens em vulnerabilidade social, assim como enquanto uma nova forma de produção de ciência e educação dentro da universidade pública. A partir da experiência do pesquisador dentro de um Centro de Referência Socioassistencial – CRAS, surge o interesse por pensar formas de, por meio da arte, desenvolver sentimento de empoderamento, assim como, transformação social através do despertar social entre os jovens em vulnerabilidade social participantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV do CRAS, marcados por diferentes tipos e níveis de opressão social, que por vezes são silenciados. Esse desejo se guia até a criação de uma HQ que utiliza como base para criação de personagens e enredos as realidades das juventudes brasileiras misturadas as realidades do jovens do CRAS. Desse modo, se pensa na História em Quadrinhos como uma forma de acesso a esses sujeitos, assim como deles a questões coletivas e individuais, de maneira sensível. Pensando ainda em um fazer educativo, quando se pensa a educação em aspectos freirianos de transformação social, ainda que uma educação informal, possibilitada fora dos muros da escola. Para isso, além da vivência dos jovens brasileiros nos utilizamos de construção teórica de autores que discorrem acerca de educação, juventudes, arte e empoderamento, como Paulo Freire (2019), Joice Berth (2019), Bell Hooks (2019), Gomes (2018), O’Neill (2015). A partir da criação da HQ, pensa-se em seu uso nas diferentes políticas públicas as quais os jovens atravessam, desde a assistência social a educação, nos debruçando ainda sobre possíveis modos de uso de modo a posicionar a HQ como ferramenta de construção de espaço para escuta e fala, produção de subjetividade e construção de si de maneira coletiva, pensando assim a HQ como meio e não como fim em si mesma e ainda como inacabada, passível de reinvenção dentro de seu fazer com as juventudes tão plurais como infinitas.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/63054
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:MPPPP - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_dis_denlopes.pdf653,55 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.