Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/60660
Title in Portuguese: Desequilíbrio de Gênero em Cursos de Graduação em Engenharia da UFC
Title: Gender inequality in Undergraduate Engineering Programs at UFC
Author: Furtado, Ana Beatriz de Almeida
Lima, Maria Dávila Oliveira Lima
Fernandes, Carlos Estevão Rolim
Holanda, Áurea Silva de
Keywords: Recorte de gênero
Mulheres na engenharia
Diferenças salariais
Mercado de trabalho
Formação de engenheiras
Issue Date: 2019
Publisher: www.abenge.org.br
Citation: FURTADO, Ana Beatriz de Almeida; LIMA, Maria Dávila Oliveira; FERNANDES, Carlos Estêvão Rolim; HOLANDA, Áurea Silva de. Desequilíbrio de Gênero em Cursos de Graduação em Engenharia da UFC. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA, XLVII; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA DA ABENGE, II, 17 a 20 set. 2019, Fortaleza-CE. Anais […], Fortaleza-CE., 2019. Tema: “Formação por Competência na Engenharia no Contexto da Globalização 4.0.”
Abstract in Portuguese: Esse estudo se propõe a investigar as razões que explicam o desequilíbrio de gênero nos cursos de graduação em engenharia na Universidade Federal do Ceará (UFC). A pesquisa realizada baseou-se em um estudo de caso, de natureza exploratória e qualitativa, no qual se buscou olhar o problema a partir de cinco diferentes prismas: a falta de estímulo na educação básica, a cultura masculina instalada em certas áreas, as dificuldades de inserção e atuação profissional, o preconceito no ambiente de trabalho e as diferenças salariais induzidas por questões de gênero. Verificou-se baixa representatividade feminina tanto na formação quanto na atuação profissional em todas as áreas investigadas. As observações indicam uma associação entre a discriminação de gênero e a baixa representatividade feminina na engenharia. Há evidências de que engenheiras adaptam seu modo de agir e pensar no trabalho como forma de defesa a um ambiente nocivamente masculino
Abstract: In this paper, we search the reasons of gender inequality in undergraduate engineering programs at the Federal University of Ceará (UFC). The investigation is based on a case study of qualitative and exploratory nature, where the problem has been approached from five different point of views: lack of incentive at middle and high school, the male culture existing among engineers in certain areas, the barriers found when trying to get and keep a job, prejudgment and harassment in workplaces and salary discrepancies due to gender issues. We have confirmed a low participation of women in engineering formation programs as well as a low number of women in engineering positions, in all considered professional areas. The observed data point out an association between gender discrimination and low female representation in engineering. There is evidence that women in engineering jobs may change their lifestyles as a result of a generalized masculinity at the work environment.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/60660
metadata.dc.type: Artigo de Evento
Appears in Collections:DECC - Trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_eve_abdeafurtado.pdf758,49 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.