Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51542
Title in Portuguese: Percepção de puérperas quanto às boas práticas de assistência ao trabalho de parto e parto
Title: Postpartum women’s perspectives on the quality of labor and delivery care
Author: Azevedo, Andressa Soares de
Moreira, Mayle Andrade
Sabry, Sabrina Dantas
Pessoa, Úrsula Maria Lima
Carvalho, Elisete Mendes
Nascimento, Simony Lira do
Keywords: Trabalho de Parto
Parto Obstétrico
Parto Humanizado
Issue Date: Jan-2020
Publisher: Revista de Medicina da UFC
Citation: AZEVEDO, Andressa Soares de et al. Percepção de puérperas quanto às boas práticas de assistência ao trabalho de parto e parto. Rev Med UFC., Fortaleza, v. 60, n. 1, p. 28-34, jan./mar. 20120.
Abstract in Portuguese: Objetivo: Verificar a aplicação das diretrizes de assistência ao parto humanizado e analisar a percepção das puérperas quanto às boas práticas de assistência ao trabalho de parto (TP) e nascimento em uma maternidade pública de referência em Fortaleza - CE. Metodologia: Estudo transversal e quantitativo com 110 puérperas após parto vaginal hospitalar, a termo e com feto único. A entrevista foi através de questionário estruturado sobre direitos, boas práticas, utilização de métodos não-farmacológicos para alívio da dor e satisfação quanto à assistência ao TP e nascimento. Resultados: 100% estavam acompanhadas durante o TP e 72,7% tiveram parto na maternidade por livre escolha, no entanto, apenas 30% visitaram a maternidade previamente. A liberdade de escolha de posição no TP e o contato pele a pele alcançaram 95,4% da amostra. A episiotomia ocorreu em apenas 5,4% e a manobra de Kristeller ainda foi reportada por 16,3% das mulheres. As medidas não-farmacológicas foram amplamente utilizadas, sendo as mais prevalentes o banho de chuveiro (77,2%), os exercícios respiratórios (75,4%) e a movimentação na bola suíça (71,8%). Conclusão: O estudo revelou a aplicação das diretrizes de assistência ao parto humanizado e um alto grau de satisfação entre as mulheres assistidas.Objective: To verify the use of the guidelines to humanized childbirth and to analyze puerperal women’s perceptions regarding good practices of attention to labor and delivery in a tertiary public maternity. Methods: A cross-sectional study included 110 post-partum women who had hospital vaginal delivery, at term and single fetus. The instrument contained closed questions about the rights of the mother, good care practices, non-pharmacological methods of pain relief and woman’s satisfaction. Results: 100% had a companion during labour and 72.7% had a birth in the maternity by free choice, however, only 30% had the opportunity to visit the maternity ward previously. We observed that the freedom of choice of position during labour and skin-to-skin contact reached 95.4% of the sample. Episiotomy was performed in only 5.4% and the use of the Kristeller maneuver was still reported by 16.3% of the women. Non-pharmacological measures for pain relief were widely used. Shower bath (77,2%), breathing exercises (75.4%) and movement in the Swiss ball (71.8%) were the most prevalent. Conclusion: The study revealed the application of guidelines for assistance to humanized childbirth and a high degree of satisfaction among women assisted.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51542
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 2447-6596
Appears in Collections:DMC - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_art_asazevedo.pdf514,78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.