Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/50690
Title in Portuguese: Estado nutricional de crianças nordestinas: estudo de algumas variáveis úteis à vigilância nutricional
Author: Mello, Alvaro Antônio Cabral Vieira de
Advisor(s): Nunes, Roberto Moreira
Keywords: Nutrição da Criança
Transtornos da Nutrição Infantil
Issue Date: Mar-1996
Citation: MELLO, A. A. C. V. Estado nutricional de crianças nordestinas: estudo de algumas variáveis úteis à vigilância nutricional. 1996. 127 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Materno-Infantil) - Universidade de Pernambuco, Recife, 1996.
Abstract in Portuguese: O estado nutricional é um indicador síntese das condições de vida, exprime as condições sócio-econômicas, ambientais e biológicas, apresentando grande sensibilidade às flutuações dessas condições. Sua mensuração e a análise dos seus fatores determinantes, são capazes de identificar indivíduos desnutridos em ou risco de desnutrição, sendo, portanto, úteis à seleção de grupos de risco que necessitem de maior atenção da sociedade. Na região Nordeste do Brasil encontramos uma das mais altas prevalência de desnutrição do mundo. A fome é uma ocorrência tão comum, que passou por um processo de banalização, perdendo o poder de mobilizar a sociedade. Os objetivos deste estudo foram, a partir do arquivo de dados da Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição de .1989, traçar um perfil da criança desnutrida do Nordeste brasileiro, avaliar o risco de desnutrição associado a algumas variáveis sócio- econômicas e ambientais, considerando as situações urbana e rural e comparar com o comportamento do estado nutricional no Sudeste, analisando a utilidade destas variáveis para o estabelecimento de risco, de forma a contribuir de maneira indireta na vigilância nutricional. Foram estudadas 2.103 crianças no Nordeste e 1407 crianças no Sudeste, na faixa etária de 0 a 5 anos. No Nordeste a prevalência de desnutrição foi de 30% para o percentil < 3 e 46.2% para o percentil < 10 do padrão do National Center Health Statistics (NCHS), para a situação urbana 23.4% e 36.9%, para a situação rural 34,6% e 52.6%, respectivamente. As variáveis que mostraram associação com o estado nutricional e que podem ser úteis à vigilância nutricional foram: renda domiciliar per capita, abastecimento de água, esgotamento sanitário, alfabetização materna e número de moradores por domicílio. As variáveis que não mostraram associação: trabalho materno, mães chefe do domicílio e energia elétrica.
Abstract: The nutricional status is an indicator which synthesizes the conditions of life, it show the social-economics, environmental and biological conditions, presenting great sensíbility to the floatation’s of these conditions. Its mensuration and the analysis of its causing factors are capable to identify those malnourished either those in risk of malnutrition, it becomes then very useful to select the risk groups which deserves better attention from society. In the Northeast of Brazil we may fínd the highest prevalence of malnutrition in the world. The hunger is a so common feature that it went into a banalization process. The objectives of this study were: to define the profile of the malnourished child in the Northeast of Brazil, from the database of the National Research for Health and Nutrition in 1989; to evaluate the risk of malnutrition associated to others variables such social-econornical and environmental, taking in account the urban and rural situation and comparing the nutritional status with the south of Brazil analyzing the utility of those variables in stabilizing the risk of malnutrition, in order to contribute indirectly to the nutritional vigilance. It was studied 2.103 children in the Northeast and 1.407 in the south, the band age was 0 to 5 years old. In the Northeast the prevalence of malnutrition was 30% to the percent < 3 and 46,2% to the percent < 10 from the pattern of National Center Health Statistic (NCHS), to the urban area 23,4% and 36,9%, to the rural area 34,6% and 52,6% respectively. The variables which show association with the nutritional status and that may be useful to the nutritional vigilance were: per capita household income, water supply, sewer supply, mother ílliteracy and the number of residents per house. The variables which didn't show association with malnutrition were: mother working out, mother being the head of the family and electrical energy supply.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/50690
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DSMI - Dissertações defendidas em outras instituições

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1996_dis_aacvmello.pdf6,58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.