Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49513
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorGomes, Whiliane da Silva Nascimento-
dc.contributor.authorSampaio, Jose Levi Furtado-
dc.date.accessioned2020-01-22T12:47:14Z-
dc.date.available2020-01-22T12:47:14Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationGOMES, Whiliane da Silva Nascimento; SAMPAIO, Jose Levi Furtado. Quilombolas: a afirmação de uma cultura. Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, 2016. (Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação, 9).pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49513-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Cearápt_BR
dc.subjectQuilombolaspt_BR
dc.subjectIdentidadept_BR
dc.subjectCulturapt_BR
dc.titleQuilombolas: a afirmação de uma culturapt_BR
dc.typeResumopt_BR
dc.description.abstract-ptbrAs comunidades quilombolas possuem significativa importância no contexto brasileiro ao proporcionar uma reflexão sobre caráter reivindicador de direitos políticos, sociais, econômicos e culturais dos negros brasileiros. Tal afirmação parte da prerrogativa das constantes lutas e reivindicações ante o Estado buscando a afirmação e regulamentação de comunidades tradicionais auto-identificadas como quilombolas. Esse artigo visa entender os caminhos percorridos pelos negros no Brasil na busca de liberdade e afirmação dos direitos ante as opressões a que sempre foram expostos. Para construção do artigo usamos a metodologia qualitativa, com leituras e reflexões de cunho empírico acerca do tema de modo a entender as razões que desvalorizaram e desvalorizam historicamente os negros no Brasil, a importância desses povos para a construção da nação e o papel das comunidades quilombolas nas lutas sociopolíticas. As leituras iniciais apontam que a inserção opressiva da cultura dos brancos na vida dos negros contribuiu, em um primeiro momento, para alienar, porém, posteriormente, se estabeleceu como fator principal importante na luta pela afirmação da identidade dos povos negros. Logo, a luta sociopolítica dos negros tornou-se o vetor das comunidades quilombolas na luta pela regulamentação dos territórios para através deles desenvolver práticas de consolidação da consciência negra e da cultura, bem como produzir sujeitos políticos capazes de atuar ativamente na sociedade de forma que o "negro" assuma um lugar no espaço, seja este econômico, político e ideológico.pt_BR
Appears in Collections:EPPG - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_resumo_eve_wsngomes.pdf48,8 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.