Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46422
Title in Portuguese: Regimes de fluxo veicular e acidentes de trânsito em interseções semaforizadas de Fortaleza
Author: Sobreira, Lucas Tito Pereira
Advisor(s): Cunto, Flávio José Craveiro
Keywords: Transportes
Segurança no trânsito
Controle de tráfego
Acidentes de trânsito
Road safety
Cluster analysis
Condition based approach
Traffic flow disturbances
Issue Date: 2019
Citation: SOBREIRA, Lucas Tito Pereira. Regimes de fluxo veicular e acidentes de trânsito em interseções semaforizadas de Fortaleza. 2019. 132 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Transportes)-Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: O advento de novas tecnologias de controle e monitoramento de tráfego permite o desenvolvimento de estudos mais robustos na área da segurança viária, a partir da obtenção de dados de tráfego com curta agregação temporal (1 a 15 minutos), possibilitando a avaliação do efeito de variáveis com oscilações dentro de um mesmo dia (volume, velocidade, grau de saturação, ciclo semafórico) na frequência e severidade de acidentes de trânsito. Tradicionalmente, os estudos na área são baseados em entidades, com a avaliação da relaçãoentre a frequência anual dos acidentes e as características médias anuais de interseções ou segmentos viários. Este trabalho, no entanto, a partir de dados desagregados, aplica uma abordagem embasada na condição de tráfego, agrupando as variáveis de tráfego por similaridade, em vez de aspectos médios de cada entidade. O uso de dados desagregados demanda um maior conhecimento sobre o horário reportado dos acidentes, visando à associação dos acidentes às condições precursoras de regimes de fluxo veicular (RFV). Um dos objetivos do trabalho consistiu no desenvolvimento de um algoritmo de detecção de perturbações na velocidade, a partir de dados de fiscalização eletrônica, com o intuito de comparar a diferença entre os horários das perturbações e dos horários que os acidentes foram reportados. Os resultados mostraram uma diferença média de 19 minutos entre os horários, além de apontar que acidentes com vítimas apresentaram menores diferenças médias em comparação aos acidentes com apenas danos materiais. Utilizando informações agregadas em intervalos de 15 minutos fornecidas pelo sistema SCOOT, consolidou-se um banco de dados com 4,1M RFV; os quais passaram por um processo de agrupamento de intervalos homogêneos. Os principais resultados da análise exploratória e da modelagem da relação entre os agrupamentos de RFV e os acidentes em interseções semaforizadas da zona urbana de Fortaleza foram: (i) a ocorrência de acidentes com apenas danos materiais é mais provável em regimes com altas demandas veiculares; (ii) a frequência de acidentes com vítimas em regimes de alta e de baixa demanda veicular é similar, indicando que uma parcela dos acidentes aconteceu em função da possibilidade de desenvolvimento de velocidade e outra devido à exposição e à vulnerabilidade dos usuários; (iii) os regimes que apresentaram as combinações de baixa demanda veicular + ciclos semafóricos longos e de alta demanda veicular + ciclos semafóricos curtos foram os mais críticos, principalmente em termos de acidentes com vítimas.
Abstract: The advent of new technologies for monitoring and controlling traffic allows the development of more robust road safety studies, from traffic data collection at short temporal intervals (1 to 15 minutes), making possible the evaluation of the effect of variables that oscillate within thesame day (vehicle volume, speed, degree of saturation, traffic light cycle) in the frequency and severity of traffic crashes. Traditionally, studies in road safety field are based on entities, assessing the relationship between the annual frequency of crashes and the average annual characteristics of intersections or road segments. However, this work was developed using disaggregated data, applying an approach based on the traffic condition, by grouping similar traffic variables, rather than annual average aspects of each entity. The use of disaggregated data requires a more reliable accuracy of crashes reported time, aiming a trustable association between the crash and its traffic precursor condition. One of the goals of this study was to develop a speed disturbance detection algorithm based on speed camera data, in order to compare the difference between the disturbance time and the time that crashes were reported. The results showed a 19 minutes average time difference and pointed out that crashes with victims presented smaller average differences in comparison to the crashes with only property damages. Using information aggregated in intervals of 15 minutes provided by the SCOOT system, a database with 4.1M traffic conditions was consolidated. A cluster analysis was performed to group similar traffic conditions. The main results of evaluation of the relationship between the clusters and the crashes at urban signalized intersections in Fortaleza were: (i) the occurrence of property damage only crashes is more likely in conditions with high vehicular demands; (ii) the frequency of crashes with victims in high and low vehicle demand conditions is similar, indicating that a portion of the crashes happened due to the possibility of speed development and another due to the exposure and the vulnerability of the users; (iii) the conditions that presented combinations of low vehicle demand + long traffic cycles and high vehicular demand + short traffic cycles were the most critical, especially in terms of crashes with victims occurrence.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46422
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DET - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_ltpsobreira.pdf6,65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.