Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37938
Título em portugués: A humanidade pelo ralo: relações sociais enquanto montagens perversas em O Cheiro do Ralo de Lourenço Mutarelli e Heitor Dhalia
Autor: Fonseca, Jivago Oliveira da
Tutor(es): Silva, Carlos Augusto Viana da
Palabras clave : Literatura
Cinema
Sociedade de consumo
Social perversion
Adaptation
Fecha de publicación : 2017
Citación : FONSECA, Jivago Oliveira da. A humanidade pelo ralo: relações sociais enquanto montagens perversas em O Cheiro do Ralo de Lourenço Mutarelli e Heitor Dhalia. 2017. 153f. - Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará - Programa de Pós-Graduação em Letras, Fortaleza (CE), 2017.
Resumen en portugués: Em O Cheiro do Ralo (2002), do escritor paulista Lourenço Mutarelli, encontramos a trajetória de um imoral comprador de objetos usados que se utiliza de sua posição de poder com o propósito de submeter os sujeitos ao seu redor, objetificando-os e instrumentalizando-os a fim de satisfazer os desejos perversos dele – frutos de uma lógica mercadológica que cada vez mais permeia as ações dos sujeitos na sociedade contemporânea. O presente estudo propõe identificar as potencialidades referencial e crítica do romance O Cheiro do Ralo de Mutarelli e de sua adaptação cinematográfica homônima dirigida por Heitor Dhalia (2006) a partir de uma análise de como, em cada uma dessas formas textuais, as relações humanas, inerentes a um contexto sociocultural norteado pelo mercado e pelo espetáculo, são representadas como ações legitimadoras da perversão social. Inicialmente, após fundamentar a ideia de tradução e de adaptação segundo as pertinentes acepções de Itamar Even-Zohar (2013), Andre Lefevere (2007) e Linda Hutcheon (2011), mostraremos o papel de destaque assumido por essa prática no campo cultural brasileiro atual, revelando assim uma ligação cada vez mais íntima entre os sistemas literário e cinematográfico nacional juntamente a uma possibilidade maior do público consumidor entrar em contato com diferentes pontos de vista sobre um mesmo assunto – devido à profusão de releituras oferecidas pelas adaptações. Posteriormente, apresentaremos características retratadas por pensadores da cultura, como Zygmunt Bauman (2008), Gilles Lipovetsky (2011) e Richard Sennet (2010), acerca da condição da cultura no âmbito das sociedades globalizadas – assumidas enquanto sociedades de consumo. Em seguida, utilizaremos o conceito de “realismo traumático” oferecido por Hal Foster (2013) para desvelar a dimensão política-ideológica em O Cheiro do Ralo, a qual aponta para um olhar crítico sobre a submissão das relações interpessoais à lógica do mercado que, de maneira violenta e amoral, fomenta cada vez mais a indiferenciação entre indivíduos e objetos, acabando por delinear um cenário no qual os laços sociais passaram a ser integrados por subjetividades eminentemente perversas, como observado por Dany-Robert Dufour (2014) e Jean-Pierre Lebrun (2009). Na última parte, partiremos de uma descrição da forma como tal cenário alegoricamente é representado na narrativa cinematográfica de Dhalia, salientando suas dimensões ideológicas e utópicas, como teorizadas por Fredric Jameson (1992). Por fim, trataremos do diálogo existente entre a adaptação e o romance de Mutartelli, destacando os modos como cada uma desses meios problematizam o tema da degradação dos laços intersubjetivos na contemporaneidade.
Resumen en inglés: In O Cheiro do Ralo (2002), by São Paulo writer Lourenço Mutarelli, we find the path of an immoral buyer of used objects that uses his position of power with the purpose of subjecting people around him, objectifying them and using them as tools, in order to satisfy his perverse desires - result of a marketing logic that increasingly permeates the actions of people in contemporary society. The present study proposes to identify the referential and critical potentialities of Mutarelli's novel O Cheiro do Ralo and its cinematic adaptation by Heitor Dhalia (2006) based on an analysis of how, in each of these textual forms, human relations, inherent in a sociocultural context guided by the market and spectacle, are represented as legitimizing actions of social perversion. After presenting the idea of translation and adaptation according to Itamar Even-Zohar (2013), Andre Lefevere (2007) and Linda Hutcheon (2011), we will show the prominent role assumed by this matter in the current Brazilian cultural field, thus revealing an increasingly intimate connection between the national literary and cinematographic systems coupled with a greater possibility for the audience to come into contact with different viewpoints on the same subject - due to re-readings profusion offered by adaptations. Later, we will present characteristics portrayed by culture thinkers, such as Zygmunt Bauman (2008), Gilles Lipovetsky (2011) and Richard Sennet (2010), about the condition of culture within globalized societies - assumed as consumer societies. Next, we will use the concept of "traumatic realism” offered by Hal Foster (2013) to unveil the politicalideological dimension in O Cheiro do Ralo, which points to a critical look at the submission of interpersonal relations to the market logic, in a violent and amoral way, increasingly fostering equal treatment for individuals and objects, and ends up delineating a scenario in which the social ties begin to be integrated by eminently perverse subjectivities, as observed by Dany- Robert Dufour (2014) and Jean-Pierre Lebrun (2009). In the last part, we will start from a description of how such a scenario is allegorically represented in Dhalia's narrative, emphasizing its ideological and utopian dimensions, as theorized by Fredric Jameson (1992). Finally, we will discuss the existing dialogue between Mutartelli's adaptation and novel, highlighting the ways in which each of these media questions the theme of intersubjective bonds degradation in contemporary times.
URI : http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37938
metadata.dc.type: Dissertação
Aparece en las colecciones: PPGLE- Dissertações defendidas na UFC

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
2017_dis_jofonseca.pdf1,47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.