Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37319
Title in Portuguese: Perfil de qualidade de vida de idosos praticantes de musculação na cidade de fortaleza
Author: Barbosa, Felipe Magalhães
Advisor(s): Silva, Carlos Alberto
Keywords: Musculação
Idosos
Qualidade de Vida
Issue Date: 2018
Citation: BARBOSA, Felipe Magalhães Perfil de qualidade de vida de idosos praticantes de musculação na cidade de fortaleza. 2018. 51 f. Monografia (Graduação em Educação física) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: O presente estudo teve como objetivo analisar o perfil de qualidade de vida de idosos praticantes de musculação na cidade de Fortaleza. Participaram 36 sujeitos (29 do sexo feminino e 7 do sexo masculino), com idade entre 60 e 74 anos. Foram utilizados para a análise: Questionário SF-36, testes de força de membros superiores e abdominais e um teste de flexibilidade. Os resultados em média obtidos nos 8 domínios analisados pelo Questionário foram: Capacidade Funcional 76,9±22,2; Limitação por aspectos físicos 81,3±27; Dor 65,1±23; Estado Geral de Saúde 70,6±18; Vitalidade 72,9±24,1; Aspectos Sociais 80,4±19,2; Limitação por Aspectos Emocionais 77,6±31; Saúde Mental 73,7±17,7, ou seja, todos os domínios obtiveram média superior a 50, o que de acordo com a validação do questionário, tem classificação acima da média. Os resultados de Força de Abdome (16±8,8), Força de Membros Superiores (7,6±6,6) e Flexibilidade (20,6±4,1) obtiveram como classificações de acordo com quadro referencial: “acima da média” para Força de Abdome; “média” para Força de Membros Superiores e “boa” para Flexibilidade. Pode-se concluir que manter-se regular na prática de musculação, traz melhorias tanto para a percepção com relação à sua qualidade de vida, quanto para os resultados práticos, ou seja, agrega benefícios qualitativos e quantitativos.
Abstract: The present study aimed to analyze the quality of life profile of elderly practicing bodybuilders in the city of Fortaleza. Participants were 36 subjects (29 females and 7 males), aged between 60 and 74 years. The SF-36 questionnaire, upper and abdominal strength tests, and a flexibility test were used for the analysis. The average results obtained in the 8 domains analyzed by the Questionnaire were: Functional Capacity 76.9 ± 22.2; Limitation by physical aspects 81.3 ± 27; Pain 65.1 ± 23; General Health Status 70.6 ± 18; Vitality 72.9 ± 24.1; Social Aspects 80.4 ± 19.2; Limitation by Emotional Aspects 77.6 ± 31; Mental Health 73.7 ± 17.7, that is, all domains obtained an average of over 50, which according to the validation of the questionnaire, is above average. The results of Abdomen Strength (16 ± 8.8), Upper Body Strength (7.6 ± 6.6) and Flexibility (20.6 ± 4.1) were classified according to the reference frame: "above mean "for Abdomen Strength; "Average" for Strength of Senior Members and "good" for Flexibility. It can be concluded that maintaining regular practice of bodybuilding, brings improvements both to the perception with respect to their quality of life, as well as to the practical results, that is, it adds qualitative and quantitative benefits.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37319
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:EDUCAÇÃO FÍSICA - BACHARELADO - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_fmbarbosa.pdf1,02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.