Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36637
Title in Portuguese: Mulher-gestante-mãe-mulher: histórias de vida sobre a visão de corpo e de educação física
Author: Marques, Sabriny de Cassia França
Advisor(s): Zylberberg, Tatiana Passos
Keywords: Corpo
Gestação
Educação Física
Atividade Física
Issue Date: 2017
Citation: MARQUES, Sabriny De Cassia França. Mulher-gestante-mãe-mulher: histórias de vida sobre a visão de corpo e de educação física. 2017. 79 f. Monografia (Graduação em Educação física) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: INTRODUÇÃO O parir e suas riquezas simbólicas proporciona à mulher a transição mais importante da sua vida, transformando a gestante em mãe. Em inúmeras mulheres essa evolução é mistificada com questões culturais familiares e sociais, nas quais, são aterrorizadas quanto a dor, medo da morte e dos abortamentos. Muitas delas chegam ao hospital referindo que seus antecedentes familiares não “tiveram passagem”, ou seja, a dilatação necessária para a evolução e término do parto, pela crença da ideia genética como se esse desfecho fosse proveniente desses fatores. As gestantes e principalmente as primigestas, “mães de primeira viajem”, são pouco informadas sobre a gravidez e a prática de exercícios durante a mesma. Sabe-se que a atividade física é muito importante na obtenção e manutenção da saúde, que para a mulher gestante essa resultante não é diferente. Foi escolhido como universo da pesquisa o Hospital da Mulher e Criança do Munícipio da Maracanaú, mais especificamente, escutamos as mulheres puérperas. O OBJETIVO da pesquisa foi, portanto, investigar as percepções das mulheres puérperas sobre o seu corpo grávido, correlacionando as suas experiências na Educação Física e a prática regular de exercícios físicos na vida adulta. A DISCUSSÃO E RESULTADOS revela que todas as mulheres entrevistadas vivem em situação de grande risco, de evasão escolar, baixa renda familiar e assistência precária quanto às informações durante o pré-natal e assistência ao parto em seu munícipio de residência. As mistificações e receios quanto aos exercícios físicos durante a gestação fazem-se presentes, embora deveriam ser sanadas durante todo o período de maturação dessa mulher e durante o seu período gestacional, e também incluídas como temática nas aulas de Educação Física Escolar em educar para o autocuidado. A visão de corpo tortuosa e/ou adjetivada foi encontrada na fala das mulheres dando a entender as influências que o meio social e familiar exercem sobre elas. Nas CONCLUSÕES foi observada a deficiência dos programas de assistência ao pré-natal nas unidades básicas de saúde quanto ao esclarecimento das possíveis dúvidas quanto à gestação e exercícios físicos. Muitas pacientes não têm acesso ao pré-natal e consultas de rotina, a elaboração de mais programas de atenção a gestante, que envolva a prática de exercícios após o primeiro trimestre, informações sobre nutrição, a equipe multidisciplinar trabalhando em conjunto para a manutenção da integridade física e emocional da gestante.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36637
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:EDUCAÇÃO FÍSICA - BACHARELADO - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tcc_scfmarques.pdf1,72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.