Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20892
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBarreira, César-
dc.contributor.authorRusso, Maurício Bastos-
dc.date.accessioned2016-11-08T18:07:45Z-
dc.date.available2016-11-08T18:07:45Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationBARREIRA, César; RUSSO, Maurício Bastos. O Ronda do quarteirão - relatos de uma experiência. Revista Brasileira de Segurança Pública, São Paulo, v. 6, n. 2, p. 282-297, ago./set. 2012.pt_BR
dc.identifier.issn1981-1659-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20892-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherRevista Brasileira de Segurança Públicapt_BR
dc.subjectCearápt_BR
dc.subjectRonda do Quarteirãopt_BR
dc.subjectPolícia Militarpt_BR
dc.subjectViolênciapt_BR
dc.titleO Ronda do quarteirão - relatos de uma experiênciapt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO objetivo deste artigo é discutir a implantação do Programa Ronda do Quarteirão no Estado do Ceará e analisar a recepção por parte dos meios de comunicação e, principalmente, pela população de Fortaleza, bem como seus efeitos práticos nas taxas de criminalidade e violência. O Ronda do Quarteirão constituiu uma das principais propostas na área de segurança pública, do então candidato a governador, Cid Ferreira Gomes, contribuindo fortemente para sua vitória na eleição de 2006. Sua implantação teve início, como programa-piloto, no município de Aquiraz, em janeiro de 2007 e posteriormente foi ampliada para Fortaleza e sua Região Metropolitana, incluindo municípios de mais de 50 mil habitantes. A proposta deste programa foi criar uma polícia de proximidade, com viaturas modernas, atuando em uma área, delimitada, de até três quilômetros quadrados. Este aspecto reforçava a estratégia de um policiamento de proximidade. A qualificação se propõe a ser diferenciada dos demais policiais, sobretudo considerando o respeito aos direitos humanos. Porém, antes mesmo de começar a funcionar, o programa recebeu críticas pelo alto custo das viaturas adquiridas e por adotar um uniforme diferente do utilizado pela Polícia Militar do Ceará, criando uma divisão dentro da corporação entre aqueles que são do Ronda do Quarteirão e os que não são. Apesar disso, o programa contou com apoio da população, resultando na diminuição da sensação de insegurança dos fortalezenses.pt_BR
Appears in Collections:DHIS - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_art_cbarreira.pdf202,27 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.