Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16887
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPequeno, Luis Renato Bezerra-
dc.contributor.authorSilva, Francisco Antonio Carneiro da-
dc.date.accessioned2016-05-18T22:39:10Z-
dc.date.available2016-05-18T22:39:10Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier.citationSILVA, F. A. C. (2014)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16887-
dc.descriptionSILVA, Francisco Antonio Carneiro da. Expansão urbana de Fortaleza pelos loteamentos populares periféricos: o caso do Parque Alto Alegre - Maracanaú - CE. 2014. 165 f. Dissertação (mestrado em geografia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2014.pt_BR
dc.description.abstractComprehending the production and the expansion on the periphery of the city is a hard task. The term periphery arises in urban studies to account for a reality that was imposed due to the growth of the cities. This difficulty of understanding lies in the fact that urban expansion happens faster and faster, redefining limits and uses of the space called periphery. The opening of urban allotments was an important process in the urban expansion and the formation of the periphery in many cities in Brazil. The soil has left its rural use to undertake social urban functions through the parceling of large fields. Since the soil use has been changed, the ways the owners of the lands obtain profit have changed as well. In this new context, the land has a new value which is produced socially by different producers of urban space. However, this value belongs to the minority who has the ownership of the land. The high value of the land prevents many people from purchasing land in a regular allotment with basic urban infrastructure. Illegal allotment (clandestine or irregular) is an alternative that these people have in order to have access to land. This study aims to analyze the process of urban expansion of Fortaleza, a regional metropolis in the Brazilian Northeast, considering the space producing agents present in popular peripherals subdivisions. The procedures adopted in the research were: literature review on the social production of urban space; institutional research, with critical reading of the laws pertaining to land subdivision and Municipal Master Plans of Fortaleza and Maracanaú and analysis of database Registers of Allotments in the two towns; and a case study in Parque Alto Alegre allotment, with quantitative and qualitative interviews. This allotment is located in Maracanaú and borders the southwestern outskirts of Fortaleza. It has many deficiencies in relation to infrastructure, equipment, urban services and urban mobility. The discussion on the expansion of popular allotments in Fortaleza and in Fortaleza Metropolitan Region enabled some conclusions, such as the popular allotments are not only a reality of Fortaleza, they have become a metropolitan issue since the 1980s. Building their houses has been the main process in which poor people have acquired their own habitation. However, home- ownership does not solve the housing problems, since deficiency of environmental sanitation and mobility difficulties are also characteristics of the allotments on the outskirts of metropolis.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectGeografia urbanapt_BR
dc.subjectPlanejamento urbanopt_BR
dc.subjectPeriferiaspt_BR
dc.subjectLoteamentopt_BR
dc.subjectUrban expansionpt_BR
dc.titleExpansão urbana de Fortaleza pelos loteamentos populares periféricos: o caso do Parque Alto Alegre - Maracanaú - CEpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrCompreender a produção e a expansão da periferia da cidade é uma árdua tarefa. O termo periferia surge nos estudos urbanos para dar conta de uma realidade que se impôs devido ao crescimento das cidades. Essa dificuldade de compreensão reside no fato da expansão urbana acontecer cada vez mais rápida, redefinindo limites e usos do espaço chamado de periferia. A abertura de loteamentos foi um processo importante na expansão urbana e na formação de periferia em muitas cidades do Brasil. Por meio do parcelamento de grandes glebas, o solo deixava seu uso rural para assumir funções socialmente urbanas. Ao mudar o uso, mudam-se também as formas de obtenção de lucros daqueles que detêm a propriedade da terra. Nesse novo contexto, a terra passa a ter um valor que é produzido socialmente pelos diversos agentes produtores do espaço urbano. Todavia, esse valor é apropriado por uma minoria que possui a propriedade da terra. O alto valor da terra impede muitas pessoas de adquirir terra em um loteamento regular com infraestrutura urbana básica. O loteamento ilegal (clandestino ou irregular) é uma das alternativas que essas pessoas têm para ter acesso à terra. Este trabalho se propõe a analisar o processo de expansão urbana de Fortaleza, uma metrópole regional do Nordeste brasileiro, considerando os agentes produtores do espaço presentes nos loteamentos populares periféricos. Os procedimentos adotados na pesquisa foram: revisão bibliográfica acerca da produção social do espaço urbano; pesquisa institucional, com leitura crítica das leis referentes ao parcelamento do solo e Planos Diretores Municipais de Fortaleza e Maracanaú e análise do banco de dados de Cadastros de Loteamentos dos dois municípios; e estudo de caso realizado no loteamento Parque Alto Alegre, com a realização de entrevistas quanti-qualitativas. Localizado no município de Maracanaú e limítrofe com a periferia sudoeste de Fortaleza, esse loteamento apresenta muitas deficiências em relação às infraestruturas, aos equipamentos e serviços urbanos e à mobilidade urbana. A discussão sobre a expansão dos loteamentos populares em Fortaleza e na RMF possibilitou algumas conclusões, tais como: os loteamentos populares não constituem uma realidade apenas do município Fortaleza, tendo se tornado uma questão metropolitana desde a década de 1980; a autoconstrução é o principal processo de aquisição da casa própria do morador pobre. Todavia, a aquisição da casa própria não soluciona seus problemas de moradia, visto que a deficiência de saneamento ambiental e as dificuldades de mobilidade são também características do loteamento popular na periferia da metrópole.pt_BR
dc.title.enUrban expansion of Fortaleza by peripherals allotments: the case of the Parque Alto Alegre - Maracanaú-CEpt_BR
Appears in Collections:DGR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_facsilva.pdf17,82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.