Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9902
Título: A modelagem sociocultural na expressão das emoções(Notas para uma sociologia das emoções)
Autor(es): Bezerra de Menezes, Eduardo Diatahy
Palavras-chave: Modelagem sociocultural
Antropologia
Expressão das emoções
Psicanálise
Psicologia social
Data do documento: 2002
Editor: www.rcs.ufc.br/edicoes
Citação: Bezerra de Menezes, E. D. (2002)
Resumo: Desde os pioneiros trabalhos de observação sobre a variação cultural na expressão das emoções realizados por Charles DARWIN e da interpretação comparatista por ele proposta [The Expression of the Emotions in Man and Animais. New York: D. Appleton & Co., 1873], que os cientistas sociais têm dedicado ao tema uma atenção desigual. Já antes dele, GOETHE, em seu célebre estudo sobre as cores, atribuía a estas um efeito afetivo ou emocional sobre nós [The Theory of Colours, London: John Murry, 1840]. Mais recentemente, sob o influxo, dentre outros fatores, da Psicanálise, da Antropologia simbólica e da Psicologia Social, bem como da revalorização do aspecto de subjetivação no comportamento social, abre-se para a Sociologia um campo novo de pesquisa com a temática das emoções, inclusive como categoria cognitiva crucial na construção social do sentido. Nesta comunicação, pretendo refletir sobre o alcance teórico dessa problemática, examinando alguns casos ilustrativos.
Descrição: BEZERRA DE MENEZES, Eduardo Diatahy. A modelagem sociocultural na expressão das emoções(Notas para uma sociologia das emoções). Revista de Ciências Sociais, Fortaleza, v.33, n.2, 2002, p.90-103.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9902
Tipo: Artigo de Periódico
ISSN: 0041-8862 (impresso)
2318-4620 (online)
Aparece nas coleções:DCSO - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2002_art_edbezerrademenezes.pdf10,67 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.