Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9615
Title in Portuguese: A gestão integrada dos recursos hídricos: uma perspectiva histórica
Author: Campos, José Nilson Beserra
Keywords: Gestão de águas
História das águas
Reforma da água
Water management
Issue Date: 2013
Publisher: Revista Eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais (GESTA)
Citation: CAMPOS, J. N. B. A gestão integrada dos recursos hídricos: uma perspectiva histórica. Revista Eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais (GESTA), [s.l.], v. 1, n.1, p. 111-121, 2013.
Abstract in Portuguese: O artigo apresenta uma retrospectiva histórica sobre a regulamentação e paradigmas em modelos de Gestão de Recursos Hídricos. A cobrança pelos usos da água em situações nas quais havia uma infraestrutura hidráulica de distribuição já era praticada há milênios. A percepção da água como um bem de acesso livre é encontrada em Roma antiga no segundo século a.C. Os romanos criaram um avançado sistema de gerenciamento das águas para atendimento à demanda de sua cidade. A partir do Renascimento, a humanidade passou por grandes avanços na geração de conhecimentos e no desenvolvimento de técnicas de Engenharia que proporcionaram aumento significativo na disponibilidade e suprimento de água para as grandes cidades e projetos de irrigação. A revolução industrial e o crescimento de atividades poluidoras resultaram na degradação da qualidade da água de mananciais hídricos. A partir da década de 1960, tem início um despertar mundial em busca de um novo modelo de gestão de águas que passou a ser denominado de Gestão Integrada dos Recursos Hídricos. No campo das instituições, as mudanças receberam o nome de reforma da água, a qual chegou ao Brasil no final dos anos 80, nos estados de São Paulo e Ceará. Na esfera Federal as reformas iniciaram em 1997 com a Lei no 9.433.
Abstract: The article presents an historical retrospective on the water regulation starting the Hammurabi Code in Mesopotamia (1772 B.C.) to the Brazilian Water Law in 1997. Charging water use in situations where there was a hydraulic distribution infrastructure was already practiced for millennia. The perception of water as a free-access good was found in ancient Rome in the second century BC. At that time the Romans created an advanced system for water management to meeting the Rome´s demand. Starting in the Renaissance, the humanity passes by major advances in knowledge creation and Engineering techniques development. The advances in Hydraulics Engineering provided significant increases in the availability and supply of water to the cities and irrigation projects. The industrial revolution and the growth of polluting activities have resulted in degradation of water quality of water sources. From the early 1960's has an awakening world in search of a new model of water management which is now called the Integrated Water Management of Water Resources. In the field of institutions changes were called water reform. The reform came to Brazil in the early 1980s. In the late '80s opened in the states of São Paulo and Ceará Water Reform. In the Federal sphere reforms initiated in 1997 with the Act. 9433. The IWRM paradigm was adopted in Brazilians laws.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9615
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 2317-563X
Appears in Collections:DEHA - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_art_jnbcampos_a.pdf297,52 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.