Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9533
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGonçalves, Edson Daniel Lopes-
dc.contributor.authorPaiva, Thiago José Taumaturgo-
dc.date.accessioned2014-10-21T20:42:16Z-
dc.date.available2014-10-21T20:42:16Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationPAIVA, Thiago José Taumaturgo. A influência dos conflitos de agência no perfil de risco e endividamento das empresas brasileiras do mercado de construção. 2013. 64f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2013.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9533-
dc.description.abstractThe dynamics and complexity of markets increasingly require organizations management practices that will protect the various risks and prepare you for the competitive environment. The principles and models of governance and corporate finance evolved over time, in line with the development of capitalism and capital markets, and developed a series of fundamentals and mechanisms in order to reduce agency conflicts, conflicting relationship between the interests shareholders and managers. This study analyzes the 15 largest companies in the construction of Brazil and its results in the years 2009, 2010 and 2011, to observe the relationship between exposure to the environment agency conflict, through industry standards and qualitative indicators that express this conflict, and reflections on their risk indicators and debt, through the application of multivariate data analysis. It is expected that organizations with more evidence and exhibits to the environment agency conflict have higher levels of debt and riskpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectGovernança corporativapt_BR
dc.subjectRiscopt_BR
dc.subjectEndividamentopt_BR
dc.titleA Influência dos conflitos de agência no perfil de risco e endividamento das empresas brasileiras do mercado de construção.pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrA dinamicidade e complexidade dos mercados exigem cada vez mais das organizações práticas de gestão que lhe protejam dos diversos riscos e lhe preparem para o ambiente competitivo. Os princípios e modelos de governança e finanças corporativas evoluíram ao longo do tempo, em consonância com o desenvolvimento do capitalismo e mercado de capitais, e desenvolveram uma séria de fundamentos e mecanismos com o intuito de diminuir os conflitos de agência, relação conflituosa entre os interesses dos acionistas e gestores. O presente trabalho analisa as 15 maiores empresas do segmento de construção do Brasil e seus resultados nos anos de 2009, 2010 e 2011, para observar a relação entre a exposição ao ambiente do conflito de agência, através dos padrões de mercado e indicadores qualitativos que expressem esse conflito, e os reflexos nos seus indicadores de risco e endividamento, através da aplicação da análise multivariada de dados. Espera-se que aquelas organizações com maiores evidências e exposições ao ambiente de conflito de agência apresentem os maiores níveis de endividamento e risco.pt_BR
Appears in Collections:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dissert_tjtpaiva.pdf952,01 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.