Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9488
Title in Portuguese: Avaliações de abordagens metodológicas da equação de rendimentos aplicadas em cenários selecionados no mercado de trabalho
Author: Guimarães, Daniel Barboza
Advisor(s): Arraes, Ronaldo de Albuquerque e
Keywords: Renda - Distribuição
Transmissão de renda
Mercado de trabalho
Issue Date: 2013
Citation: GUIMARÃES, Daniel B. (2013)
Abstract in Portuguese: Este estudo compreende duas análises para investigar alguns cenários específicos sobre os rendimentos de trabalhadores brasileiros. A primeira trata de investigar os principais determinantes dos rendimentos dos filhos, dentre os quais a ocorrência de transmissão das rendas dos pais. Estimações de equações de rendimentos com distintos procedimentos metodológicos permitem captar o efeito transmissão (herança familiar) e o efeito dinâmico (análise de gerações superpostas), cujas verificações empíricas são baseadas nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) para os anos de 1989 e 2009. São utilizados os métodos de Heckman em dois estágios e o modelo de variáveis instrumentais, haja vista a necessidade de correção do viés de seleção amostral e a endogeneidade presente em equações de rendimentos. Além destes, aplica-se o método Klein–Vella, por ser um procedimento corretivo para se obter o verdadeiro efeito médio, e não apenas um efeito para os indivíduos que são realmente afetados por variações nos instrumentos. Em seguida, devido à impossibilidade de se obter contrafactuais perfeitos nos dados da PNAD, estimam-se regressões quantílicas no sentido de aumentar o grau de confiabilidade nas estimativas através da homogeneização dos trabalhadores na amostra por faixas de rendimento. Das alternativas metodológicas, constatou-se que o método de variáveis instrumentais apresentou o pior ajuste preditivo. Quanto às demais abordagens, suas estimativas não permitiram concluir haver superioridade estatística de uma sobre a outra para fins de inferência. Portanto, pode-se concluir a partir destas que as rendas dos pais, principalmente a renda da mãe, exercem um impacto positivo e significante de transmissão sobre as rendas dos seus filhos. Apesar da comprovação do efeito de transmissão de renda, este se mostrou com tendência declinante ao longo do tempo. A segunda análise visa testar possíveis diferenças de rendimentos por gênero em três níveis regionais (Brasil, Nordeste e Sul-Sudeste) e quatro níveis ocupacionais (todas as ocupações, dirigentes, serviços e técnicos). Para tanto, foram avaliados três enfoques metodológicos para estimações da equação minceriana de rendimentos. Primeiramente avaliam-se os métodos de Mínimos Quadrados Ordinários e de Heckman em dois estágios para corrigir o viés de seleção. Para testar a existência de discriminação por gênero no mercado de trabalho emprega-se o método de Propensity Score Matching. Para inferir sobre tal discriminação aplica-se o método Oaxaca–Blinder, o qual permite decompor as diferenças salariais devidas às características individuais (explicada) e à discriminação (não explicada). Independentemente do método utilizado nas estimações realizadas, comprova-se que existe diferença salarial a favor dos homens, cuja superioridade varia de 36,32% (Dirigentes no Brasil) a 118,72% (Técnicos no Nordeste). Além disso, conclui-se que tal diferença é resultado da presença de discriminação por gênero, uma vez que, em todas as estimações realizadas, o efeito da discriminação, o qual varia de 100,5% (Serviços no Sul-Sudeste) a 153,8% (Técnicos no Brasil), é maior que a diferença dos rendimentos, pois as mulheres têm, em média, atributos adquiridos (escolaridade, por exemplo) superiores aos dos homens. Portanto, caso não houvesse discriminação, há evidências na amostra utilizada de que os rendimentos das mulheres tenderiam a ser, em média, superiores aos dos homens.
Abstract: This study comprises two analyses to investigate some specific scenarios related to Brazilian workers’ earnings. The first analysis focuses on the main determinants of the sons’ and daughter’s earnings, among which the incidence of transmission of parental income. Estimations of earning equations with different methodological procedures allow to capture the transmission effect and the dynamic effects (analysis of overlapping generations), whose empirical findings are based on data from the National Household Sample Survey (PNAD) for the years 1989 and 2009. Methods of Heckman's two-stage and instrumental variables models are used, in order to correct for sample selection bias and endogeneity in the model. In addition, it is applied Klein-Vella method as a corrective procedure to obtain the true average effect, not only an effect for individuals who are truly affected by changes in the instruments. Then, due to the impossibility of obtaining perfect counterfactual from PNAD data, quantile regressions are estimated to increase the reliability of estimates through homogenization of workers in the sample by income ranges. It was found that instrumental variables method presented the worst predictive fitting amongst the methodological procedures. Regarding the other approaches, the estimates did not show any statistical superiority of one over the others for inference purposes. Therefore, based upon anyone of these procedures it could be concluded that the parents’ incomes, especially the mother's ones, play a positive and significant transmission impact on their sons’ and daughter’s earnings, although it has presented a declining tendency over time. The second analysis aims to test earning differences by gender at three regional levels (Brazil, Northeast and South-Southeast) and four occupational categories (all occupations, managers, technicians, general services). Three methodological approaches were evaluated in the estimation of Mincerian earnings equation. Firstly, the OLS and two-stage Heckman methods were performed to correct for selection bias. In order to test the existence of gender discrimination in the labor market it was initially employed the propensity score matching method, and then applied the Oaxaca–Blinder method to measure the magnitude of such discrimination, since it allows decomposing the earnings differences due to individual characteristics (explained) and discrimination (unexplained). Regardless of the method used in the estimations carried out, there is strong evidence toward an earning gap in favor of men, whose superiority ranges from 36.32% (managers in Brazil) to 118.72% (technicians in the Northeast). These differences are due to the presence of discrimination by gender since the effect of discrimination, which varies from 100.5% (services in South-Southeast to 153.8% (technicians in Brazil), is greater than the difference in earnings because women have, on average, acquired attributes (education, for example) higher than those of men. Therefore, if there were no discrimination in the labor market, there is evidence in the sample that men's earnings tend to be lower, on average, than those of women.
Description: GUIMARÃES, Daniel Barboza. Avaliações de abordagens metodológicas da equação de rendimentos aplicadas em cenários selecionados do mercado de trabalho brasileiro. 2013. 119f. Tese (doutorado) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9488
Appears in Collections:CAEN - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_tese_dbguimaraes.pdf1,71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.