Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9221
Title in Portuguese: Análise da capacidade de pagamento versus a disposição a pagar pelo uso da água dos irrigantes do perímetro irrigado baixo Acaraú: Um estudo de caso
Author: Jales, Juliana Viana
Advisor(s): Mayorga, Maria Irles de Oliveira
Co-advisor(s): Mayorga Mera, Ruben Dario
Keywords: Perímetro irrigado
Capacidade de pagamento
Disposição a pagar
Baixo Acaraú
Issue Date: 2009
Citation: JALES, Juliana Viana. Análise da capacidade de pagamento versus a disposição a pagar pelo uso da água dos irrigantes do perímetro irrigado baixo Acaraú: Um estudo de caso. 2009. 138 f.: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará. Mestrado Acadêmico em Economia Rural (MAER). Centro de Ciências Agrárias. Fortaleza-CE. 2009.
Abstract in Portuguese: O objetivo geral deste trabalho foi analisar o grau de sustentabilidade do Perímetro Irrigado Baixo Acaraú, de acordo com a capacidade de pagamento e a disposição a pagar dos seus irrigantes. Foram utilizados dados secundários e dados primários, através d aplicação de questionários e realização de oficina. A metodologia empregada para análise da capacidade de pagamento foi o levantamento das características socioeconômicas dos irrigantes e o modelo conceitual básico denominado de “método residual”. Para análise da alocação eficiente dos fatores de produção, utilizou-se a função de produção do tipo Cobb-Douglas. Para análise d disposição a pagar, aplicaram-se questionários. Em relação à capacidade de pagamento, 21 irrigantes (61,76%) mostraram-se sem capacidade de pagamento e três (8,82%) não apresentaram disposição a pagar. A função de produção apresentou um coeficiente de determinação de 71% mostrando que 71% da variação na produção podem ser explicados pelas variáveis incluídas no modelo. Apesar das hipóteses do modelo clássico terem sido testadas e todas terem sido atendidas, a estatística t dos coeficientes estimado não mostrou significância, exceto para os insumos. Já a função polinomial, tendo a água com único fator variável, indicou que a maioria dos produtores está usando água para produzir de forma racional. Os irrigantes indicaram pontos positivos do Perímetro Irrigado, com destaque para a oportunidade de terem um negócio pró´rio e a busca por uma melhor qualidade de vida, enquanto entre os pontos negativos do Perímetro, os mais pontados foram acesso a serviços básicos, a falta de organização dos produtores e a falta de assistência técnica. Conclui-se que os irrigantes do Perímetro Irrigado Baixo Acaraú, em geral, não apresentaram, capacidade de pagamento no período estudado, enquanto, individualmente, maior parte não apresentou capacidade de pagamento. Apesar da qualidade da infraestrutura do Perímetro e de os irrigantes terem disposição a pagar pela água que utilizam, ainda não têm capacidade de pagamento pelo uso da água, dado que estão desorganizados e não alcançam bons níveis de produção e de comercialização. Por consequência, o Perímetro não mostra um nível de sustentabilidade aceitável. A desorganização dos irrigantes não permite estabelecer estratégias que levem a um melhor desempenho dos irrigantes do Perímetro Irrigado Baixo Acaraú.
Abstract: The objective of this study was to analyze the degree of sustainability of the Irrigated Perimeter Baixo Acaraú according to capacity to pay and willingness to pay of it irrigants. It was used secondary data and primary data from public institutions and the application of questionnaires and conduct of participative research. The methodology used for analysis of capacity to pay was through the removal of the socioeconomic characterístics of irrigant and the basic conceptual model called the “residual method”. For analysis of the efficient allocation of production factors built up to the prosuction function of Cobb-Douglas type. For analysis of the willingness to pay, questionnaires were applied. In relation to ability to pay, 21 irrigant (61,76%) proved to be without capacity to pay and three (8,82%) showed no willingness to pay. The production function showed a determination coefficient of 71%, showing that 71% of the variation in production can be explained by the variables included in the model. Despite the assumptions of the classical model have been tested and all have been met, the t statistic of the estimated coefficients were not significant, except for the inputs. The polynomial function having water as the only variable factor indicated that the majority of producers are using water to produce a rational way. The irrigant showed positive points of the Irriated Perimeter, with emphasis on the opportunity to have their own business and search for a better quality of life, while among the negative points of the perimeter, the most mentioned were acess to basic services, lack of organization producers and the lack of technical assistance. It is concluded that irrigation the Irrigated Perimeter Baixo Acaraú do not generally presented, capacity to pay. Despite the of perimeter infrastructure qualilty and the fact of irrigants to have willingness to pay for water they use, they don't have capacity to pay for water use, as they arre disorganized and do not reach good levels of production and marketing. Consequently, the perimeter does not show an acceptable level of sustainability. The disorganization of irrigants does not permit to establish strategies that lead to better performance of irrigants in the Irrigated Perimeter Baixo Acaraú.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9221
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DEA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_dis_jvjales.pdf1,34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.