Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/917
Title in Portuguese: Desigualdade de renda e crescimento econômico no Nordeste Brasileiro
Author: Barreto, Flávio Ataliba Flexa Daltro
Jorge Neto, Paulo de Melo
Tebaldi, Edinaldo
Keywords: Distribuição de Renda
Crescimento Econômico
Issue Date: Jul-2001
Publisher: Estudos Econômicos
Citation: BARRETO, Flávio Ataliba F.D.; JORGE NETO, Paulo de Melo; TEBALDI, E. Desigualdade de renda e crescimento econômico no Nordeste Brasileiro. Fortaeza: CAEN/UFC, 2001. Estudos Econômicos, 37.
Series/Report no.: 37;
Abstract in Portuguese: A relação entre distribuição de renda e o processo de crescimento econômico é uma das mais antigas preocupações da investigação econômica. O vínculo entre esses fenômenos foi inicialmente documentado com mais clareza por Kuznets (1955), quando da famosa relação do “U invertido”. Recentes contribuições para essa literatura vem sendo levantadas pelas novas teorias do crescimento endógeno que focalizam a relação entre a distribuição de renda afetando o crescimento, antes do que no sentido contrário.O propósito desse artigo é verificar a relação entre desigualdade e crescimento do ponto de vista dos estados nordestinos nas três últimas décadas. São construídos indicadores de concentração de renda, medidos através do índice de Gini, para o início de cada década, verificando-se seus efeitos sobre a taxa média de crescimento da década correspondente. Variáveis educacionais também são incluídas na análise empírica. Os resultados mostram que o coeficiente de Gini tem um efeito adverso na taxa média de crescimento econômico dos estados e a variável educacional possui efeito positivo, estando de acordo com evidências na literatura e indicando a importância de se implementar educação para se reduzir o efeito de fatores que amenizam o crescimento.
Abstract: The relationship between income distribution and economic growth is one ancient topic in economic research. The link of this two phenomena is stated in the famous “inverted U” relation of Kuznets (1955). Recent contributions to this area has being raised by the new theories of endogenous growth that focus on the effect of income distribution and growth. The purpose of this paper is to verify the relation between inequality and growth in the last three decades to the nine states of the northeast region of Brazil. It is shown that the average rate of growth suffers a negative effect from income concentration, calculated by the Gini methodology, and a positive effect from education. This result is in accordance to the international literature and demonstrates the importance of fortifying education to reduce adverse effects that could mitigate the growth rate of an economy.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/917
Appears in Collections:Coleções do CAEN

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2001_art_fafdbarreto.pdf150,08 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.