Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8751
Title in Portuguese: Norma e usos na linguagem falada em Fortaleza
Title: La norme et les usages dans le langage parlé à Fortaleza
Author: Sales, Sandra Helena Nunes
Advisor(s): Aragão, Maria do Socorro Silva de
Keywords: Parler de Fortaleza
Analyse Comparative
Língua portuguesa - Português falado - Fortaleza(CE)
Língua portuguesa - Variação
Língua portuguesa - Regionalismos - Fortaleza(CE)
Língua portuguesa - Pronomes
Issue Date: 2004
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: Sales, S. H. N.; Aragão, M. S. S. (2004)
Abstract in Portuguese: Este trabalho apresenta uma análise comparativa quanto ao emprego dos pronomes tu/você, a gente/nós e dos verbos assistir e ir (regidos ou não de preposição) na linguagem falada em Fortaleza, em que procuramos identificar os fatores (lingüísticos e/ou extralingüísticos) que influenciam as escolhas lexicais e sintáticas feitas pelos fortalezenses e examinar quais variáveis lingüísticas se configuram como casos de norma (de emprego majoritário) e casos de uso (de emprego minoritário). Para tanto, selecionamos 24 sujeitos: 14 do PORCUFORT – Português Oral Culto de Fortaleza (Código C1) e 10 do corpus “A linguagem falada em Fortaleza – Diálogos entre Informantes e Documentadores – materiais para estudo” (Código C2), sendo que os do primeiro corpus possuem nível superior completo, com faixa etária que varia de 25 a 67 anos; e os do segundo corpus, 1° ou 2° Grau (in)completo, com faixa etária que varia de 14 a 39 anos. Pela interpretação dos resultados, concluímos que a priorização de uma variável lexical e de uma sintática em detrimento de outra(s) se faz de acordo com o contexto sócio-interacional /pragmático, em especial devido à maneira como a entrevista se dá em cada corpus (ao tipo de registro), a uma “motivação temática” e ao papel desempenhado tanto pelo documentador quanto pelo informante no processo interativo; e não de acordo com o que é prescrito pela tradição gramatical como “bom uso” ou “uso correto” da língua. Assim, concernente às variantes lexicais e sintáticas, respectivamente, configuram-se como casos de norma: você / a gente (ambos com verbo na 3ª pessoa do singular); assistir+objeto direto e ir, com omissão do complemento de lugar, em detrimento das “formas padronizadas” pela tradição gramatical: tu (com verbo na 2ª pessoa do singular); nós (com verbo na 1ª pessoa do plural); assistir+objeto indireto e ir+A ou PARA+complemento de lugar. Por conseguinte, estas, juntamente com as formas verbais: assistir, com omissão do complemento verbal; ir+complemento de lugar (sem preposição) e ir+EM+complemento de lugar, são tidas como casos de uso na linguagem falada em Fortaleza. Palavras-chave: falar de Fortaleza; análise comparativa; casos de norma; casos de uso.
Description: SALES, Sandra Helena Nunes. Norma e usos na linguagem falada em Fortaleza. 2004. 87f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2004.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8751
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2004_dis_shnsales.pdf760,72 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.