Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8698
Title in Portuguese: Epidemia de Leishmaniose visceral americana em Fortaleza, Ceará : dinâmica espacial e temporal
Title: Epidemic of american visceral leishmaniasis in Fortaleza, Ceará : dynamic space and time
Author: Gonçalves, Ronaldo Pinheiro
Advisor(s): Pompeu, Margarida Maria de Lima
Keywords: Leishmaniose Visceral
Zona de Risco
Issue Date: 2010
Citation: GONÇALVES, R. P. (2010)
Abstract in Portuguese: A Leishmaniose Visceral Americana (LVA) é uma doença endêmica nas regiões tropicais e subtropicais da America Latina. No Brasil, nos últimos anos, vem se expandindo e urbanizando-se. Historicamente, o Estado do Ceará tem apresentado, em diversos municípios, altas prevalências da enfermidade; entretanto, a cidade de Fortaleza, fugindo desse padrão epidemiológico sempre registrou baixa ocorrência da doença, no entanto, a partir de 2005, apresentou incremento significativo no número de casos e na distribuição espacial, evidenciando uma expansão epidêmica da doença. O objetivo deste estudo foi avaliar a distribuição espacial e temporal da incidência da doença, no período de 1995 a 2008. Foram analisados os casos de LVA notificados no SINAN e no SIM, considerando-se apenas os pacientes residentes em Fortaleza, que preenchiam os critérios adotados pelo Ministério da Saúde para confirmação diagnóstica e do local da infecção. Os casos foram georreferenciados e analisados com base nos indicadores: taxa de incidência e letalidade e nas seguintes variáveis: dependente – casos confirmados da doença e independentes – sexo,faixa etária, grupo etário, local de residência, manifestação clínica, evolução clínica, tipo de diagnóstico, tipo de tratament e escolaridade. Foram utilizadas técnicas de análise espacial para analisar os casos. No período do estudo foram registrados 1.267 casos humanos de LVA, dos quais 50% eram menores de 4 anos, e 74 óbitos. O ano de 2007 foi o que apresentou a maior taxa de incidência da doença. A maior ocorrência de casos foi em indivíduos do sexo masculino (64,3%). Houve mudança de perfil da idade e da forma de expressão clínica da doença na fase epidêmica, comparada com a fase endêmica. O risco de adoecer no sexo masculino foi maior do que no sexo feminino. A letalidade foi alta apenas na faixa etária acima dos 60 anos. Houve um crescimento significativo na incidência da doença em pessoas idosas. Os exames diagnósticos apresentaram alta sensibilidade e especificidade. Mais de 70% dos casos foram confirmados por critério laboratorial. Foi observada uma queda na taxa de cura e um aumento dos casos de co-infecção por HIV. Na fase epidêmica, a difusão espacial da doença foi do tipo por contágio. O processo de difusão esteve associado aos fatores ambientais e socioeconômicos. Foram identificadas as áreas de alto risco para a ocorrência da doença com base nas técnicas de análise espacial. O estudo revelou o estabelecimento de um novo padrão epidemiológico para o calazar em Fortaleza, caracterizado principalmente pelo surgimento de um problema emergente: o incremento de casos de co-infecção por HIV. Revelou, ainda, que os fatores ambientais e socioeconômicos foram determinantes nos processos de urbanização e expansão da doença na cidade.
Abstract: The American Visceral Leishmaniasis (AVL) is endemic in tropical and subtropical regions of Latin America. In Brazil, in recent years has been expanding and building up. Historically, the state of Ceara has been presented in several cities a high prevalence of the disease, however, the city of Fortaleza, escaping this epidemiological pattern always reported low incidence of the disease, however, from 2005, showed an increase in the number of cases and spatial distribution, showing an expanding epidemic of the disease. The aim of this study was to evaluate the spatial and temporal distribution of disease incidence in the period 1995 to 2008. We analyzed the cases of AVL reported in SINAN and SIM, considering only patients in Fortaleza, who met the criteria adopted by the Ministry of Health for confirmation of diagnosis and the site of infection. The cases were georeferenced and analyzed based on the indicators: incidence and mortality and the following variables: dependent - confirmed cases of the disease and independent - age, age group, sex, place of residence, clinical manifestation, clinical course and type of diagnosis. We used spatial analysis techniques to analyze the cases. During the study period were recorded human cases of AVL 1267, of which 50% were younger than 4 years and 74 deaths. The year 2007 was presented the highest incidence of the disease. The highest incidence of cases were in males (64.3%). The average age of cases of AVL increased in epidemic period. The disease is clinically expressed differently in the epidemic phase, compared with the endemic phase. The risk of infection was higher in males than in females. Mortality was high only in the age group above 60 years. There was a significant increase in disease incidence in the elderly. Diagnostic tests showed high sensitivity and specificity. Over 70% of cases were confirmed through laboratory tests. We observed a decrease in cure rate and an increase in cases of co-infection with HIV. In the epidemic phase, spatial diffusion of disease was the kind of contagion. The diffusion process was linked to environmental factors and socioeconomic factors. We identified areas of high risk for the disease occurrence based on spatial analysis techniques. The study revealed the establishment of a new epidemiological pattern for kala-azar in Fortaleza, mainly characterized by the appearance of an emerging problem: the increase of cases of co-infection with HIV. Also revealed that environmental factors and socioeconomic factors were crucial in the processes of urbanization and expansion of the disease in the city.
Description: GONÇALVES, Ronaldo Pinheiro. Epidemia de Leishmaniose visceral americana em Fortaleza, Ceará : dinâmica espacial e temporal. 2010. 117 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8698
Appears in Collections:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_dis_rpgoncalves.pdf2,38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.