Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8592
Title in Portuguese: A transmissão de conhecimentos advinda de mulheres negras cearenses acima de setenta anos: um olhar sobre suas histórias e memórias
Title: The knowledge´s transmitted advancing of black women in Ceará above seventy years: a look about their histories and memories
Author: Silva, Maria Saraiva da
Advisor(s): Silva, Joselina da
Keywords: Memory
Afrocearense Identity
Narrativas pessoais
Memória coletiva – Fortaleza(CE)
Movimentos sociais – Fortaleza(CE)
Brasil – Civilização – Influências africanas
Issue Date: 2013
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: SILVA, Maria Saraiva da. A transmissão de conhecimentos advinda de mulheres negras cearenses acima de setenta anos: um olhar sobre suas histórias e memórias. 2013. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2013.
Abstract in Portuguese: A produção literária acadêmica no Estado do Ceará, em sua conjuntura historiográfica, apresenta a população negra em números inferiores. Ao se realizar investigação científica sobre a situação de povo negro neste estado e relacioná-los a pesquisa censitária populacional e cultural os dados contrariam os escritos da historiografia. Com este entendimento, realizamos a pesquisa que aqui apresentamos com o objetivo de mostrar que diferente da frase senso comum “no Ceará não tem negro” nossas interlocutoras por suas memórias nos permitiram conhecer o estabelecimento de histórias e culturas de bases africanas no Estado, favorecendo-nos o reencontro de uma memória coletiva afrodescendente. A opção por tratar com mulheres negras acima de setenta anos se deu por serem exatamente os (as) velhos (as) que, na tradição de várias culturas, transmitem através da oralidade os conhecimentos e experiências acumulados por toda a vida. Das histórias de vida de mulheres pretas e velhas, expressadas pela oralidade obtivemos as informações que responderam a problematização sobre, o que é ser mulher negra na sociedade cearense, a partir das lembranças provenientes de suas memórias. Para este estudo realizamos um total de três entrevistas no sentido de observar e analisar qual o papel dessas senhoras negras em sociedade no tocante da memória. Esta dissertação teve por campo a cidade de Fortaleza e foi realizada com a contribuição de mulheres negras acima de setenta anos, mães de ativistas do movimento social negro e residentes na capital do Estado do Ceará. Nos aspectos sociais e políticos apresentamos as entrevistadas em diversas fases da vida e o pensamento de cada uma delas sobre a participação dos (as) filhos (as) nos movimentos sociais negros tendo por pressuposto a averiguação das conjunturas que possibilitaram a formação de suas identidades de mulheres negras. Neste contexto, discorremos sobre os métodos que as senhoras em questão utilizaram para manter viva a memória coletiva afrocearense e compreendermos em que sentido a memória coletiva e histórias pessoais possibilitariam uma releitura da história da população negra do Ceará. Os caminhos seguidos para a apresentação dos resultados da investigação nos levaram a compreender que a história social guardada na memória de pessoas consideradas comuns contém informações importantes que nos levaram a considerar que a história proveniente das bases sociais nos rementem a acontecimentos político-sociais desvirtuados pela história, como no caso da ausência de população negra no estado do Ceará.
Abstract: The academic literature production in the state of Ceará, in their historiography conjuncture, presents the black population in lower numbers. When conducting scientific research about the situation of black people in this state and relate them to population and cultural census research, the data contradict the writings of historiography. In this line of thinking, we conducted the research presented here in order to show that other than the common sense phrase "in Ceará has not black", our interlocutors, in their memories, allow us to meet the establishment of histories and cultures of African bases in the state, favoring us the reunion of a collective memory of Afrobrazilian. The option for dealing with black women over seventy years has to be exactly old men (women) that, in the tradition of various cultures, transmitted orally the knowledge and experience accumulated throughout life. From life stories of black old women, expressed by orality, we obtained the information that responded to problematization about what is to be black woman in Ceará society. To this study we performed a total of three interviews in order to observe and analyze what role of these black ladies in society in terms of memory. This work was comprisement the city of Fortaleza and was conducted with the contribution of black women over seventy years, mothers of black activists in social movement and residents in the capital of the state of Ceará. In the social and political aspects, we present the interviewees in various stages of life and the thought of each one about the participation of hers sons (daughters) in the black social movements taking presupposed the ascertainment of conjunctures enabled the formation of their identities of black women. In this context, we describes about the methods that this ladies used to keep alive the collective memory Afrocearense and understand in what sense the collective memory and personal stories make possible a reinterpretation of the history of the black population of Ceará . The paths followed for the presentation of research results led us to understand that the social history stored in the memory of people considered common contains important information that led us to consider that, from the history of the social bases refer to events in the political and social distorted by history, as in the case of absence of the black population in the state of Ceará.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8592
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_mssilva.pdf897,57 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.