Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8532
Title in Portuguese: Octopus insularis: descrição de desova e paralarvas recém-eclodidas, cultivo de sub-adultos em diferentes sistemas e aspectos da fisiologia digestória de animais selvagens e cultivados
Author: Borges, David Araújo
Advisor(s): Matthews-Cascon, Helena
Keywords: Malacocultura
Octopuses
Issue Date: 2013
Citation: Borges, D. A. (2013)
Abstract in Portuguese: Dentre os cefalópodes os polvos são considerados espécies de grande interesse econômico para a aquicultura. Sua pesca vem decrescendo gradualmente desde os anos 1990, o que levou a um aumento na demanda por polvos. Em 2006 pesquisadores encontraram na costa do nordeste do Brasil uma espécie de polvo inicialmente identificada como o Octopus vulgaris, e posteriormente, em 2008, identificado como Octopus insularis. No capitulo 01 desse trabalho foi realizado a descrição de paralarvas recém-eclodidas de O. insularis sendo definido seu hábito de vida inicial como planctônico com fototaxia positiva e ausência de fase lecitotrófica. Foi determinado que o tempo entre o início da desova e a eclosão dos ovos é de aproximadamente 25 dias. Identificou-se que o O. insularis põem seus ovos em cachos com uma densidade média de 390 ovos/cm de cacho e não foi verificado variação do tamanho dos ovos em virtude da variação do tamanho das fêmeas. Para o capítulo 02 foi desenvolvido toda uma estrutura laboratorial com sistema fechado de recirculação de água para a realização dos testes de predileção de alimento bem como para os testes de engorda do O. insularis. Inicialmente foi realizado o teste de dupla escolha de alimento com sub-adultos de O. insularis utilizando “Y” de acrílico. Os alimentos testados foram siri (Callinectes bocourti) gastrópode (Stramonita brasiliensis) e sardinha (Sardinella spp), sendo todos testados dois a dois. Observou-se a captura de todos os alimentos, contudo houve uma clara predileção do siri e do peixe frente ao gastrópode. Mesmo observando-se uma maior frequência de captura dos animais pelo alimento siri, não foi verificado uma diferença significativa entre a frequência de captura do siri e do peixe. Posteriormente realizou-se o cultivo de sub-adultos do O. insularis a 23 e 28°C sendo utilizado siri como alimento. Para todos os índices de crescimento utilizados, o cultivo a 28°C foi superior ao a 23°C sendo observado para 28°C um ganho de peso total (ΔW) de 309,8g, um ganho de peso relativo (GR) de 100,9%, uma taxa de crescimento absoluta (AGR) de 9,4g/dia e uma taxa de crescimento específica (SGR) de 2,1%BW/dia. Mesmo havendo uma maior ingestão de alimento pelo grupo cultivado a 28°C não se observou diferença significativa entre o fator de conversão alimentar (FCA) entre os grupos cultivados a 23 e 28°C. Foi realizado também o cultivo de sub-adultos do O. insularis em gaiolas flutuantes sendo ofertado diferentes proporções de siri e peixe na alimentação dos indivíduos. Observou-se um maior crescimento dos animais alimentados apenas com siri sendo obtidos valores de AGR de 13,6g/dia e SGR de 1,4%BW/dia. Não foi observada diferença significativa para os índices de crescimento dos grupos alimentados apenas com ix peixe e alimentados com 50% de peixe e 50% de siri. Durante o capítulo 03 foram analisadas algumas das enzimas digestivas do trato digestório de animais selvagens e cultivados da espécie O. insularis. Para a atividade proteolítica alcalina total observou-se uma maior atividade na glândula salivar posterior (GSP) em indivíduos selvagens. Para a atividade proteolítica total ácida não foi observada diferença significativa entre o grupo selvagem e cultivado, sendo observada atividade significativa apenas na glândula digestiva (GD). A atividade de tripsina foi observada na GD e GSP dos dois grupos tenso o grupo cultivado apresentado valores bem mais baixos de atividade que o grupo selvagem. Para a atividade de quimotripsina foram observadas atividades na GSP e intestino (INTEST) dos dois grupos analisados tendo o grupo selvagem apresentado maiores valores de atividade enzimática. Ao analisar a atividade de aminopeptidases referente a 9 diferentes aminoácidos verificou-se que para a maioria desses aminoácidos houve uma maior atividade do grupo selvagem frente ao grupo cultivado. Verificou-se também uma forte relação dessas aminopeptidades que ocorrem na GSP de animais do grupo selvagem com a composição do musculo desses animais. Quanto a atividade de amilase foi observado uma elevada atividade em vários órgão do trato digestório, marcadamente a glândula salivar anterior (GSA), GSP, ceco (CEC), GD e INTEST, sendo novamente presenciada uma maior atividade por parte do grupo selvagem.
Abstract: From cephalops, octopuses are considered economically interesting species for aquaculture. Their fishery has been steadily decreasing since 1990’s, which has led to increase in the demand for octopuses. In 2006 researchers have found in the Brazilian northeast coast a kind of octopus initially identified as Octopus vulgaris, and later, in 2008, identified as Octopus insularis. In chapter 01 of this thesis was describe newly-hatched paralarvae of Octopus insularis and defined its first life habit as planktonic with a positive phototaxis and no lecitotrófica phase. It has been determined that the time between the onset of spawning and hatching is approximately 25 days. It was found that the O. insularis lay their eggs in clusters with an average density of 390eggs/cm and no egg size variance was observed due to variation in female’s size. For chapter 02 was developed a laboratory system with closed recirculating water for food preference and grow out experiments with O. insularis sub-adults. For the first test, the double choice food, acrylics “Y” were used. The foods tested were crab (Callinectes bocourti) gastropod (Stramonita brasiliensis) and sardines (Sardinella spp), all tested paired. We observed the capture of all foods, however there was a clear preference of crab and fish across the gastropod. Even observing a higher crab frequency capture, no significant difference was observed between the frequency of catching crab and fish. Later we tested the grow out of O. insularis sub-adults at 23 and 28°C using crab as food. For all ongrowing indices used, grow out at 28°C show higher values than at 23°C. A total weight gain (ΔW) of 309.8g, a relative weight gain (GR) of 100.9%, an absolute growth rate (AGR) of 9.4g/day and a specific growth rate (SGR) of 2.1%BW/day were registered for 28°C test. Even with a higher food intake by the 28°C cultured group, there was no difference between the feed conversion rate (FCA) between groups cultured at 23 and 28°C. It was also accomplished the O. insularis sub-adults grow out in floating cages being offered different proportions of crabs and fish as food. It was observed a higher growth by the animals feed exclusively by crabs, and this test shown an AGR of 13.6g/day, and a SGR of 1.4%BW/day. There were no significant difference in the growth rates of the groups fed only fish and fed 50% fish and 50% crab. In chapter 03 were analyzed some of the digestive enzymes of the digestive tract of wild and cultured O. insularis species. For the total alkaline protease activity was observed greater activity in the posterior salivary gland (GSP) in wild individuals. For total acidic proteolytic activity no significant difference between the wild and cultured group was observed. Significant activity was only observed in the digestive gland (GD). Trypsin activity was observed in GD and GSP for both groups, wild and cultured, although cultured xi group have shown much lower activity them wild group. For chymotrypsin activity, activities were observed in the intestine (INTEST) and GSP for both analyzed groups, however wild group presented higher values of enzyme activity. Analyzing the aminopeptidases activity for 9 different amino acids, it was found a greater activity, for most of analyzed amino acids, in wild group than cultured group. There is also a strong relationship between these aminopeptidases that occur in the wild group GSP and muscle composition of animals from this same group. For amylase activity, was observed a high activity in various organ of the digestive tract, specifically the anterior salivary gland (GSA), GSP, cecum (CEC), GD and INTEST, and again wild group shown a higher activity than culture group.
Description: BORGES, D. A. Octopus insularis: descrição de desova e paralarvas recém-eclodidas, cultivo de sub-adultos em diferentes sistemas e aspectos da fisiologia digestória de animais selvagens e cultivados. 2013. 119 f. Tese (doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Instituto de Ciências do Mar, Programa de Pós-Graduação em Ciências Marinhas Tropicais, Fortaleza-CE, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8532
Appears in Collections:LABOMAR - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_tese_daborges.pdf3,61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.