Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8517
Título: Diversidade cultural, morfológica e patogênica de isolados de Lasiodiplodia theobromae associados a frutíferas tropicais.
Título em inglês: Cultural, morphological and pathogenic isolates Lasiodiplodia theobromae associated with tropical fruit.
Autor(es): Lima, Joilson Silva
Orientador(es): Cardoso, José Emílson
Palavras-chave: Fitopatologia
Cajueiro
Inoculação
Patogenicidade
Resinose
Spondias
Plantas tropicais - Inoculação
Lasiodiplodia theobromae
Patogenicidade
Data do documento: 2011
Citação: LIMA, J. S.; CARDOSO, J.E. (2011)
Resumo: Lasiodiplodia theobromae é um fungo cosmopolita, polífago e oportunista, com reduzida especialização patogênica, que infecta espécies de plantas em regiões tropicais e temperadas, causando os mais variados sintomas. A crescente expansão das doenças causadas por L. theobromae em frutíferas tropicais vem causando inestimáveis perdas, tanto no sistema produtivo como em pós-colheita, representando uma ameaça à fruticultura no Nordeste. Daí a necessidade de conhecimentos básicos sobre a biologia populacional e a interação do patógeno com as plantas hospedeiras. Este estudo teve como objetivo caracterizar isolados de L. theobromae associados a frutíferas tropicais de diferentes regiões, avaliando o aspecto cultural, morfológico e patogênico. Foram avaliados o crescimento micelial, coloração da colônia, dimensões dos conídios e patogenicidade dos isolados em mudas de cajazeira, cajueiro, gravioleira e umbuzeiro. O trabalho foi realizado na Casa de Vegetação e no Laboratório de Fitopatologia da Embrapa Agroindústria Tropical. Os dados de caracterização morfocultural mostraram haver alta diversidade na população do patógeno. As inoculações realizadas nas quatro diferentes espécies hospedeiras apontaram alta variabilidade patogênica entre os isolados do fungo. Em mudas de cajueiro CCP 76 não foi possível observar especificidade patogênica, pois todos os isolados apresentaram similar nível de agressividade, demonstrando a suscetibilidade deste clone ao patógeno, suscetibilidade essa, também observada em gravioleira. O umbuzeiro foi a espécie que apresentou maior resistência ao fungo. Os dados mostraram que existe interação entre as características morfoculturais e a agressividade dos isolados de L. theobromae. De acordo com os resultados, a altitude dos locais de origem dos isolados não influencia em suas características morfoculturais e patogênicas.
Abstract: Lasiodiplodia theobromae is an ubiquitous, polyphagous and opportunistic fungus with a reduced pathogenic ability. Nevertheless, it may infect several plant species over tropical and temperate regions, causing many different kinds of symptoms. The increasingly expansion of diseases caused by L. theobromae in tropical fruit plants has been imposing severe losses both at orchard level and in post-harvest at market, threaten the fruit crop industry in Northeast Region of Brazil. Therefore there is an urgent need for research pursuing basic knowledge on population biology of the fungus and host-pathogen interactions. This study aimed to characterize a L. theobromae population which has been associated to tropical plant species growing under different ecosystems in northeastern Brazil. Colony growth in culture, color and size of conidia and ability to cause disease upon inoculation on cashew nut (Anacardium occidentale), soursop (Annona muricata), yellow mombin (Spondias mombin) and Brazil plum (Spondias tuberosa) were evaluated. He study was carried out at Plant Pathology Lab and screenhouse of Embrapa Agroindustria Tropical in Fortaleza, Ceará State. Results showed a high diversity of morphology and hyphal growth among fungus isolates. Also, a very high variability on disease expression upon inoculation into four plant species was observed. However, it was found a lack of specificity of isolates as to infect cashew plants, since all isolates were able to infect cashew with similar high aggressiveness, which demonstrated a high degree of susceptibility of cashew clone used (CCP 76). Similar results were found also for soursop plants as host. Brazil plum showed a very high resistance to all isolates. The data points out for the existence of morphological and pathogenic interactions within L. theobromae population studied. According with the results, altitude and region of isolate origin has no effect on the studied features.
Descrição: LIMA, J. S. Diversidade cultural, morfológica e patogênica de isolados de Lasiodiplodia theobromae associados a frutíferas tropicais. 2011. 57 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8517
Aparece nas coleções:PPGFIT - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_dis_jslima.pdf780,31 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.