Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8502
Title in Portuguese: Análise da contaminação microbiana de dispositivos acrílicos confeccionados em laboratórios de prótese dentária
Title: Analysis of microbial contamination of device acrylic manufactured in dental laboratories
Author: Temóteo, Guilherme de Alencar
Advisor(s): Pontes, Karina Matthes de Freitas
Keywords: Resinas Acrílicas
Prótese Dentária
Desinfecção
Issue Date: 2014
Citation: TEMÓTEO, G. A. Análise da contaminação microbiana de dispositivos acrílicos confeccionados em laboratórios de próteses dentárias. 2014. 53 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2014.
Abstract in Portuguese: A possível presença de microorganismos potencialmente patogênicos em próteses dentárias recém-chegadas dos laboratórios protéticos deve ser considerada. Este estudo avaliou o nível de contaminação bacteriana e fúngica de espécimes de resina acrílica confeccionados em 14 laboratórios de prótese dentária, inscritos no Conselho Regional de Odontologia do Ceará, na cidade de Fortaleza. Cada laboratório foi solicitado a confeccionar 10 espécimes de resina acrílica, a partir de modelos padronizados de silicona de adição estéreis, desconhecendo os objetivos da pesquisa. Os espécimes recebidos dos laboratórios foram colocados em tubos individuais contendo BHI caldo e incubados a 37°C por 48 horas e, em seguida, removidos, lavados, colocados em solução salina estéril e agitados para desprendimento microbiano. A suspensão obtida foi diluída em 1:100, 1:1000 e semeada em placas com Ágar Sangue, Sabouraud Dextrose Ágar e HICrome UTI Ágar®, para incubação por 48 horas a 37°C. Foi obtido o número de unidades formadoras de colônias (UFC) bacterianas e fúngicas viáveis, além da identificação e quantificação de algumas espécies de bactérias, comparando-se os laboratórios por meio dos testes de Kruskall-Wallis e Dunn (α=0.05). Houve contaminação advinda de todos os laboratórios analizados, com uma contagem de UFC média de 101438 de bactérias e 71047 de fungos. Pseudomonas spp foi o microorganismo a mais prevalente identificado (p<0,05). Foi concluido que existe risco de contaminação por bactérias potencialmente patogênicas e fungos em dispositivos protéticos recém chegados dos laboratórios.
Abstract: The possible presence of potentially pathogenic microorganisms in denture newly arrived from prosthetic laboratories should be considered. This study evaluated the level of bacterial and fungal contamination of specimens of acrylic resin made in 14 dental laboratories registered with the Regional Council of Dentistry of Ceará, Fortaleza. Each laboratory was asked to fabricate 10 specimens of acrylic resin, from standard models of sterile silicone addition, unaware of the research objectives. Specimens received from laboratories were placed in individual tubes containing BHI broth, incubated at 37°C for 48 hours and then removed, washed and placed in sterile saline and stirred for microbial detachment. The suspension obtained was diluted (1:100, 1:1000) and plated on blood agar plates, and Sabouraud Dextrose Agar and Agar HiCrome ICU by incubation for 48 hours at 37°C. The number of colony forming units (CFU) bacterial and fungal viable was obtained, besides the identification and quantification of some species of bacteria, comparing the laboratory by means of the Kruskal-Wallis and Dunn (α = 0.05) tests. There was contamination originating from all laboratories analyzed, with a mean CFU counts of 101438 bacteria and 71047 fungi. Pseudomonas spp was the most prevalent microorganism identified (p < 0.05). It was concluded that there is a risk of contamination with potentially pathogenic bacteria and fungi in prosthetic devices newly arrived from dental laboratories.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8502
Appears in Collections:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_gatemoteo.pdf723,87 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.