Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8204
Title in Portuguese: O discurso argumentativo em cartas de reclamação produzidas por alunos do 4º ano do ensino fundamental
Title: A sociolinguistic study of errors in the writing of children from the I and II cycles
Author: Alves, Ana Paula Martins
Advisor(s): Serafim, Mônica de Souza
Keywords: Argumentation. Letter of complaint. Elementary school
Língua portuguesa – Composição e exercícios
Língua portuguesa – Estudo e ensino – Fortaleza(CE)
Estudantes do ensino fundamental – Linguagem
Escolas municipais – Fortaleza(CE)
Issue Date: 2013
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: Alves, A. P. M.; Serafim, M. S. (2013)
Abstract in Portuguese: Segundo a Teoria da Argumentação na Língua (TAL), a argumentação encontra-se marcada nas escolhas linguísticas, em que os encadeamentos argumentativos possíveis no discurso não estão ligados apenas às informações que elas veiculam, mas à estrutura linguística dos enunciados. Assim, os sentidos dos enunciados indicam a direção da continuação do diálogo, orientando o interlocutor a certo tipo de conclusão. Sob o ponto de vista da argumentação na língua, em que o encadeamento argumentativo está ligado à estrutura linguística dos enunciados, a presente pesquisa teve como escopo investigar o desenvolvimento do discurso argumentativo na escrita do gênero carta de reclamação de estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública municipal de Fortaleza. De acordo com a tipologia científica, que classifica os diversos tipos de pesquisas, este estudo caracterizou-se como uma pesquisa do tipo explicativa, todavia, de base interpretativa e de caráter descritivo, visto que a pesquisa adotou um desenho experimental, que se justifica pelo fato de se trabalhar com uma sequência didática e a participação de um grupo experimental. Para a análise dos dados, utilizamos os pressupostos teóricos ducrotianos da Teoria da Argumentação na Língua (TAL), a concepção de linguagem dialógica baktiniana, assim como baseados em Koch (1992, 1997, 2003, 2006), identificamos e analisamos os enunciadores presentes nas cartas produzidas. A análise segue procedimentos quantitativos e qualitativos. No que diz respeito ao gênero carta de reclamação, seguimos os pressupostos de Schneuwly e Dolz (2004), Barton & Hall (2000), e Bazerman (2005). Inicialmente, identificamos os elementos constituintes da estrutura do gênero carta de reclamação. Em seguida, analisamos os aspectos discursivos e argumentativos das cartas, momento em que verificamos o desenvolvimento do tema e a construção de sentido nas cartas de reclamação produzidas. Por fim, examinamos os aspectos socioculturais emergentes no corpus. Concluímos que a argumentação, como um traço constitutivo dos enunciados, está presente nas produções dos alunos, desde cedo, e que por isso ela é legítima na escrita infantil. Ressaltamos, contudo, que, embora a argumentação seja inerente à língua, como postula Ducrot (1980), faz-se necessário o ensino sistemático desta para que os textos argumentativos infantis sejam eficazes.
Description: ALVES, Ana Paula Martins. O discurso argumentativo em cartas de reclamação produzidas por alunos do 4º ano do ensino fundamental. 2013. 162f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8204
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_apmalves.pdf1,89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.