Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/815
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorQueiroz, Mário César Lemos-
dc.contributor.authorSilva, Almir Bittencourt da-
dc.date.accessioned2011-09-27T20:50:32Z-
dc.date.available2011-09-27T20:50:32Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationQUEIROZ, Mário César L.; SILVA, Almir Bittencourt da. Ciclos políticos orçamentários no Estado do Ceará (1986-2006). Planejamento e políticas públicas, PPP, v.35, p. 223-254, jul./dez. 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/815-
dc.description.abstractThe political cycles’ perception is very intuitive, and, therefore, it is a well studied phenomenon. Among the theories developed there are four strands, arranged between the criteria of voter’s rationality and politician’s behavior, namely: the traditional opportunistic political cycle and the rational opportunistic one, as well as the traditional partisan political cycle and the rational partisan one. The political business cycles, however, may occur with combined features, like the political cycles ideologically motivated (partisan cycles) with some characteristics of opportunistic cycles. The political budget cycles, framed as the rational opportunistic type, are prioritized in this study, because it is believed, due to its simplicity of operation and the fact that democracy is a process still young, to be the ones most likely to occur in Brazil and, consequently, in Ceará. The proposed models’ intention was to evidence the opportunistic behavior of Ceará state’s governors in the period from 1986 to 2006, externalized by cyclical movements of the budgetary execution. The data analysis confirmed that the governors showed, in general, opportunistic behavior on the budgetary execution.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherPlanejamento e políticas públicas, PPPpt_BR
dc.subjectCiclos políticospt_BR
dc.subjectExecução orçamentáriapt_BR
dc.titleCiclos políticos orçamentários no Estado do Ceará (1986-2006)pt_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.description.abstract-ptbrOs ciclos políticos, de percepção bastante intuitiva, constituem-se num fenômeno amplamente estudado.Entre as teorias desenvolvidas, destacam-se quatro vertentes, organizadas segundo os critérios de racionalidade do eleitor e de comportamento do político, a saber: o ciclo político oportunista tradicional; o ciclo político oportunista racional; o ciclo político partidário tradicional; e o ciclo político partidário racional. Os ciclos políticos, no entanto, podem ocorrer com características combinadas, a exemplo dos ciclos políticos ideologicamente motivados (partidários) mesclados com algumas características dos ciclos oportunistas. Os ciclos políticos orçamentários, enquadrados como oportunistas racionais, são priorizados neste estudo. Acredita-se – em razão da simplicidade de sua operação, e levando-se em conta que a democracia é um processo ainda jovem no Brasil – que tal tipo de ciclo é o de ocorrência mais provável no país e, consequentemente, no Ceará. A intenção dos modelos propostos foi evidenciar o comportamento oportunista de governadores do estado do Ceará no período de 1986 a 2006, externado por meio de movimentos cíclicos da execução orçamentária. A análise dos dados confirmou que os governadores apresentaram, de forma geral, comportamento oportunista sobre a execução orçamentária.pt_BR
Appears in Collections:CAEN - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_art_abittencourt.pdf345,62 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.