Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7955
Title in Portuguese: Pretagogia: construindo um referencial teórico-metodológico de matriz africana para a formação de professores/as
Title: Pretagogia: building a theoretical-methodological, african base for teacher / as
Author: Silva, Geranilde Costa e
Advisor(s): Petit, Sandra Haydée
Keywords: African mother. Pretagogia. Teacher Training.
Cultura afro-brasileira – Estudo e ensino – Fortaleza(CE)
Antirracismo – Fortaleza(CE)
Professores – Formação – Fortaleza(CE)
Pretagogia
Educação – Fortaleza(CE) – Influências africanas
Issue Date: 2013
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: SILVA, Geranilde Costa e. Pretagogia: construindo um referencial teórico-metodológico de matriz africana para a formação de professores/as. 2013. 243f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2013.
Abstract in Portuguese: Em 2003, o governo federal homologou a lei nº 10.639, instituindo assim o ensino da História e Cultura africana e afro-brasileira na Educação Básica e no Ensino Superior (público e particular) de todo o país. Com o objetivo de contribuir para com a implantação da referida lei é que, nos estudos de doutoramento, fiz uma pesquisa intervenção buscando construir um referencial teórico-metodológico de matriz africana para desenvolver a formação de professores/as. Esse referencial foi nomeado de Pretagogia: pedagogia de preto para preto e branco. A Pretagogia está assentada nos valores da cosmovisão africana, que são: a ancestralidade, a tradição oral, o corpo enquanto fonte espiritual e produtor de saberes, a valorização da natureza, a religiosidade, a noção de território e o princípio da circularidade. Promovi essa investigação junto a uma escola pública do município de Fortaleza, junto a professoras da Educação Infantil e Ensino Fundamental I. Esse estudo teve as seguintes etapas: 1ª – constituição da base teórico-metodológica de matriz africana: a Pretagogia; 2ª – desenvolvimento da formação dos/as educadores/as por meio da Pretagogia, o que levou os educadores a terem contato com referencial literário afro-brasileiro, à participação em oficinas tratando da História e Cultura africana, afro-brasileira e afro-cearense, bem como visitas a espaços reconhecidamente ligados à cultura negra, como por exemplo: o terreiro de Candomblé. Ao final da formação, o grupo de educadoras chegou às seguintes constatações: a) que desconheciam a história e cultura africana e afro-brasileira; b) reconheceram a falácia da democracia racial e, assim, a existência do racismo; c) perceberam suas experiências e lembranças mais íntimas com a negritude, e deram-se conta da invisibilidade que foi dada ao tema da negritude; d) assumiram-se como descendentes dos povos africanos e, assim, passaram a valorizar os princípios da cosmovisão africana; e) desmistificaram preconceitos que tinham contra a Umbanda e o Candomblé e, por fim, conseguiram criar material pedagógico voltado ao estudo e à valorização da História e Cultura africana e afro-brasileira. Ao final desse estudo, foi possível afirmar que a Pretagogia, enquanto referencial teórico-metodológico de matriz africana, conseguiu dar conta de promover uma formação de professores/as, levando o grupo de docentes a sentir-se partícipe da cultura afro-brasileira e imbuído do desejo de construir uma educação não racista.
Abstract: In 2003, the federal government approved Law No. 10,639 , thus instituting the teaching of African History and Culture and african - Brazilian basic education and higher education ( public and private) from all over the country. In order to contribute towards the implementation of that law is that the doctoral studies did an intervention research seeking to build a theoretical and methodological framework of African origin to develop teacher training / as . This framework was named Pretagogia : pedagogy black to black and white. The Pretagogia sits on the values of the African worldview, which is ancestrally, oral tradition, the body as spiritual source and producer of knowledge, appreciation of nature, religion , the notion of territory and the principle of circularity. Promoted this research along to a public school in Fortaleza, together with teachers from Kindergarten and Primary Education I. This study had the following steps: 1st - Formation of the theoretical and methodological basis of African origin: the Pretagogia; 2nd - development of training / the educators / as through Pretagogia, prompting educators to have contact with african literary reference - Brazilian, participation in workshops dealing with the History and culture African, Afro -Brazilian and Afro - Ceará, as well as visits to places recognizably linked to black culture , such as: yard candomblé . At the end of the training the group of educators reached the following findings: a) who ignored history and African culture and african - Brazilian b ) recognized the fallacy of racial democracy, and thus the existence of racism c ) perceive their experiences and most intimate memories with blackness, and realized the invisibility was given to the subject of blackness, d) is assumed as a descendant of African peoples and thus started to value the principles of the African worldview, and ) prejudices that had demystified umbanda and candomblé against, and finally managed to create educational material geared to the study and appreciation of African history and culture and african - Brazilian . At the end of this study it was possible to say that the Pretagogia while theoretical and methodological framework of African origin could realize promote teacher training / leading the group of teachers felt the participants in the african - Brazilian culture and imbued with the desire to build a non-racist education.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7955
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013-TESE-GCSILVA.pdf9,57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.