Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7868
Title in Portuguese: Vozes da terra: o diálogo como tática para a construção de relações em rede
Title: Voices of earth: dialogue as a tactic for building network relations
Author: Ferreira, Camila Chaves
Advisor(s): Nunes, Márcia Vidal
Keywords: Dialogism
Network
Redes de relações sociais
Comunicação na tecnologia
Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra
Justiça nos Trilhos(Organização)
Issue Date: 2013
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: Ferreira, C. C.; Nunes, M. V. (2013)
Abstract in Portuguese: As constantes disputas pelo fazer-se ver, atreladas às dinâmicas econômicas, sociais e políticas por que passam as sociedades, têm apresentado aos movimentos sociais a necessidade de repensar práticas diante da tarefa de mobilizar. Em tempos de ações que se dão de modo articulado em rede, a comunicação é em potencial uma chave para o entendimento de problemas relativos à visibilidade e representação, bem como à capacidade ou não de dialogar diante das diferenças. Assim, esta pesquisa é o produto de um processo de investigação que se propôs a compreender em que medida o diálogo figura como tática para a construção de relações entre os movimentos sociais articulados em rede, mais especificamente entre o MST e outros sujeitos integrantes da Rede Justiça nos Trilhos. Lançada como campanha internacional, a rede é uma articulação de movimentos sociais, associações e cidadãos que visa cobrar da Vale uma justa compensação pelos danos causados ao meio ambiente e às populações que vivem nas áreas atravessadas pela Estrada de Ferro dos Carajás. Dentre os municípios dos estados do Pará e Maranhão atravessados pela ferrovia, está Açailândia, tido pela articulação como emblemático devido à profunda degradação e aos problemas enfrentados por suas comunidades. Fazendo-se uso da cartografia como método de pesquisa-intervenção, esse município é o espaço de realização de duas experiências de campo que culminarão nas reflexões sobre três importantes categorias teóricas de análise: o espaço, o dialogismo e a rede.
Abstract: The constants struggles to be seen, associated to economic, social and political dynamics, have shown to social movements the need to rethink practices face the task of mobilizing. In times of actions that occur in an articulated network, communication may be a key to the understanding of issues related to visibility and representation, and related to ability to dialogue or not on the differences. Therefore, this research is the product of an investigation that purports to understand how far dialogue appears as tactic to build relationships between social movements that are articulated in a network, more specifically between Movimento dos trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) organization and and other members of Rede Justiça nos Trilhos articulation. Launched as international campaign, this network is a articulation of social movements, associations and citizens that aims to charge from Vale a fair compensation for the damages caused to the environment and to populations living in areas traversed by Estrada de Ferro dos Carajás. Among the municipalities in the states of Pará and Maranhão crossed by railroad is Açailândia, is taken by the articulation as an emblematic due to deep degradation and the problems faced by their communities. Making use of cartography as a method of intervention research, in Açailândia were conducted two field experiments that will culminate in reflections on three major theoretical categories of analysis: space, dialogism and network.
Description: FERREIRA, Camila Chaves. Vozes da terra: o diálogo como tática para a construção de relações em rede. 2013. 115f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Comunicação Social, Fortaleza (CE), 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7868
Appears in Collections:PPGCOM - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013-DIS-CCFERREIRA.pdf9,94 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.