Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7781
Title in Portuguese: Alteração no perfil etário dos casos de dengue no Ceará de 2001 a 2011
Title: Change in age profile of cases of dengue in Ceará 2001 to 2011
Author: Belarmino, Glayriann Oliveira
Advisor(s): Cavalcante, Luciano Pamplona de Góes
Keywords: Dengue
Dengue Grave
Distribuição por Idade
Issue Date: 2013
Citation: BELARMINO, G. O. Alteração no perfil etário dos casos de dengue no Ceará de 2001 a 2011. 2013. 88 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2013.
Abstract in Portuguese: No estado do Ceará, casos de dengue vêm sendo notificados desde 1986, com epidemias frequentes e elevada letalidade. O objetivo deste trabalho foi descrever a distribuição etária dos casos de dengue registrados no estado do Ceará, no período de 2001 a 2011. Realizou-se estudo descritivo e retrospectivo sobre os casos de dengue notificados no Estado, através de dados secundários obtidos na Secretaria Estadual de Saúde do Ceará e Laboratório Central de Saúde Pública. Foram utilizados dados registrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) e Sistema de Informação Hospitalar (SIH). A distribuição etária dos casos considerou faixas de < 9 anos, 10 a 19, 20 a 59 e ≥ 60 anos. Foram incluídos todos os casos registrados no SINAN, com início de sintomas de 1º de janeiro de 2001 a 31 de dezembro de 2011. Para os casos de FHD, os mesmos cumpriram com os critérios de definição de casos de FHD da OMS. A média do número de casos confirmados foi de 27.541 casos, variando entre 3.094 em 2004 e 55.074 em 2011. Houve um aumento importante em relação ao número de casos confirmados na faixa etária de < 9 anos, no número internações, no número de casos de FHD e no número de óbitos. Nos anos de 2003 a 2006 predominou o sorotipo DENV-3. Entre 2007 e 2009 predominou o sorotipo DENV-2. Em 2010 e 2011 predominou o sorotipo DENV-1. Em 2003 a incidência de FHD foi maior na faixa etária ≥ 60 anos (5.134/100.000 habitantes). Em 2007, com o retorno da circulação do sorotipo DENV-2 a incidência foi maior entre crianças < 9 anos (4.884/100.000 habitantes), aumentando de forma significativa. O coeficiente de internação aumentou em todas as faixas etárias, mas nas crianças < 9 anos esse aumento foi mais significativo, passando de 0,050/1.000 em 2001 para 1.431/1.000 em 2011. Pode-se concluir que apesar do maior número de casos ter acometido inicialmente a população adulta, nos últimos anos, com a circulação simultânea de quatro sorotipos, os casos graves têm ocorrido com maior frequência na população infantil. Essa mudança no perfil etário dos casos, possivelmente influenciada pela reintrodução do sorotipo DENV-2, contribuiu para o aumento na letalidade por dengue. É preciso preparar a assistência para diagnosticar precocemente os casos na população infantil e consequentemente evitar óbitos.
Abstract: In the state of Ceará dengue cases has been reported since 1986, with frequent epidemics and high mortality. Thus, the aim of this study was to describe the age distribution of dengue cases recorded in the state of Ceará between 2001-2011. We conducted a retrospective study of cases of dengue in the state of Ceará, using secondary data obtained from the Department of Health of Ceará and the Central Public Health Laboratory. We used data recorded in the Information System for Notifiable Diseases (SINAN) and Hospital Information System (SIH). In the age distribution of cases, it was considered ranges of < 9 years, 10-19, 20-59 and ≥ 60 years. We included all cases reported in SINAN with early symptoms of 1 January 2001 to 31 December 2011. For DHF cases, all fulfilled the criteria for DHF cases of WHO. The average number of confirmed cases was 27,541 cases, ranging from 3,094 in 2004 to 55,074 in 2011. There was a significant increase in the number of confirmed cases in < 9 years regarding to number of hospitalizations, number of DHF cases and number of deaths. Between the years 2003-2006, the DENV-3 serotype was predominant. Between 2007 and 2009 the DENV-2 serotype was predominant. In 2010 and 2011, the DENV-1 serotype was predominant. In 2003 the incidence of DHF was higher in the group ≥ 60 years (5.134/100.000 inhabitants). In 2007, with the return of DENV-2 serotype circulation, the incidence was higher among children <10 years (4.884/100.000 inhabitants), significantly increasing. The coefficient of hospitalization increased in all age groups, but in children < 9 years, this increase was more significant, from 0,050 / 1,000 in 2001 to 1.431/1.000 in 2011. It can be concluded that despite the greater number of cases have affected initially the adult population in recent years, with the simultaneous circulation of four serotypes, severe cases have occurred most often in children this change in the age profile of cases, possibly influenced by the reintroduction of the DENV-2 serotype, contributed to the increase in mortality from dengue. It is necessary to prepare the Assistance to early diagnose cases in the child population and consequently prevent deaths.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7781
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_gobelarmino.pdf2,49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.