Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7612
Title in Portuguese: Pré-condicionamento com ácido linolênico e estimulação elétrica de baixa intensidade no reparo tecidual do rato
Title: Pré-conditioning with mono and polyunsaturated acids and electrical stimulation of low in rats tissue repair
Author: Cardoso, Maria dos Prazeres Carneiro
Advisor(s): Vasconcelos , Paulo Roberto Leitão de
Keywords: Ácidos Graxos Insaturados
Pele
Issue Date: 2012
Citation: CARDOSO, Maria dos Prazeres Carneiro. Pré-condicionamento com ácido linolênico e estimulação elétrica de baixa intensidade no reparo tecidual do rato. 2012. 81 f. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2012.
Abstract in Portuguese: A reparação tecidual consiste em uma importante característica de prevenção do processo inflamatório; alguns fatores podem reduzir, retardar ou impedir este processo. Existe um interesse constante em relação ao uso de correntes de baixa intensidade aliado da suplementação com nutracêuticos (alta relação ω9:ω6 e baixa relação ω6:ω3). O objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos do pré-condicionamento com misturas de óleos contendo ω3/ω6 e ω9/ω6 e correntes de baixa intensidade MENS( Microcurrent Elétric Neuromuscular Stimulation) sobre a reparação tecidual após incisões em pele de ratos. Foram utilizados 108 ratos Wistar, distribuidos em 3 grupos: G-1 controle (soro fisiológico) n= 36 subdivididos em dois subgrupos: não estimulado e estimulado; G-2 controle neutro (óleo de milho e soja) n=36, subdivididos em dois subgrupos: não estimulado e estimulado e G-3 ALA (óleo de oliva+linhaça+cânola), n=36 subdivididos em dois subgrupos: não estimulado e estimulado. As misturas de óleos foram administradas por via orogástrica, e a aplicação da corrente elétrica, ocorreram 1 hora antes da incisão cirúrgica. Os animais foram sacrificados no sétimo, décimo quarto e vigésimo primeiro dia. Amostra de pele de 1cm/1cm foram coletadas entre o segundo e terceiro ponto da sutura. As amostras foram analisadas a partir de lâminas histopatológicas coradas com hematoxilina-eosina (HE) e forneceram a análise geral dos cortes de tecido com espessura de 5µm. Os dados obtidos pela técnica de (HE) foram classificados de acordo com a intensidade inflamatória e transformados em variáveis quantitativas mediante atribuição de índice para os achado histológicos segundo (VIDINSK, 2006). Os dados estatísticos foram analisados utilizando-se o programa graphpad prisma for Windows, versão 6,0 para avaliação conjunta dos efeitos dos grupos G-1,.G-2 e G-3, e dos subgrupos não estimulado e estimulado, e dos dias (7º, 14º e 21º). As variáveis da avaliação histológica foram analisadas pelo teste não paramétrico de Mann-Whitney e pós-teste de Dunn. O nível de significância foi de 5% (p<0,05). Os resultados obtidos mostram que a eletroestimulação pré-condicionante promoveu elevação do exsudato e redução da reepitelização no 7º dia. O uso dos pré-condicionantes óleo 1(milho e soja) e 2 (oliva+canôla+linhaça) reduziram a vascularização no 7º e 14º dias respectivamente.Ambos os grupos dos óleos 1 e 2 induziram a redução da fibrose no 14º dia. O précondicionamento com óleo1 levou a elevação da expressão do NFkB no 7º dia. Conclui-se que a eletroestimulação promoveu elevação de marcadores da fase inflamatória com consequente aceleração desse processo e o uso dos óleos 1 e 2 reduziram a fibrose e a vascularização na fase proliferativa. O précondicionamento com o óleo 1(milho e soja) promoveu mais inflamação no 7ºdia.
Abstract: The tissue repair consists in an important feature of the inflammatory process prevention, some factors may reduce, delay or prevent this process. There is a continued interest in the use of currents with low intensity combined by supplementation with nutraceuticals (high ratio w9:w6 and low ratio w6:w3). The objective of this work was to evaluate the effects of preconditioning with oil blends containing (w3/w6) and (w9/w6), and currents of low intensity MENS on the tissue repair after incisions in mice skin. One hundred and eight (108) Wistar rats were used , divided into three groups: G-1 control (saline) n = 36 subdivided into two subgroups: unstimulated and stimulated; G-2 neutral control (corn and soybean oil) n= 36, subdivided into two subgroups: unstimulated and stimulated and G-3 ALA (olive oil + flaxseed + canola), n= 36 subdivided into two subgroups unstimulated and stimulated. The oil mixtures were administered by orogastric, and the application of electric current directly into mouse skin occurred 1 hour before surgical incision. The animals were sacrificed on the seventh, fourteenth and twenty-first day. Skin sample of 1cm/1 cm were collected between the second and third suture point. The samples were analyzed from surgical specimens stained with hematoxylin-eosin (HE) and provided a general analysis of tissue sections with a thickness of 5 um. The data obtained by the (HE) technique were classified according to the inflammatory intensity and transformed into quantitative variables by assigning index for the hestological finding according to (VIDINSK, 2006). Statistical data were analysed using the GraphPad Prism for Windows, version 6.0, for joint assessment of the effects of the groups G-1, G-2 e G-3, and the subgroups unstimulated and stimulated, and days (7, 14, 21). The variables of histological evaluation were analysed by nonparametric Mann-Whitney. The significance level was 5 % (p<0,05). The results show that the preconditioning electrical stimulation caused the elevation of exudate and reduced the reepitheliazation on the 7th day. The use of preconditons oil 1 (corn and soybeans) and oil 2 (olive+ canola + flaxseed) reduced the vascularization on the 7th and 14th days respectively. Both groups, 1 and 2 of oils, induced the reduction of fibrosis on the 14th day. The preconditioning with oil 1 led to elevated expression of NFKB on the 7th day. It is concluded that the electrical stimulation caused the elevation of markers of inflammatory phase with consequent acceleration of this process and the use of oils 1 and 2 reduced the fibrosis and vascularization on proliferative phase. The preconditioning with the oil 1 (corn and soybeans) caused more inflammation on the 7th day.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7612
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_mpccardoso.pdf1,46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.