Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7411
Title in Portuguese: Avaliação do espectro e da acurácia dos indicadores clínicos de desobstrução ineficaz de vias aéreas em crianças com infecção respiratória aguda
Title: Evaluation of the spectrum and accuracy of clinical indicators of Ineffective airway clearance in children with acute respiratory infection
Author: Andrade, Livia Zulmyra Cintra
Advisor(s): Silva, Viviane Martins da
Keywords: Diagnóstico de Enfermagem
Criança
Infecções Respiratórias
Issue Date: 2014
Citation: ANDRADE, L. Z. C. Avaliação do espectro e da acurácia dos indicadores clínicos de desobstrução ineficaz de vias aéreas em crianças com infecção respiratória aguda. 2014.122 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.
Abstract in Portuguese: A falta de familiaridade dos enfermeiros assistencialistas com os sistemas de classificação de diagnósticos de enfermagem, assim como, a subjetividade inerente ao processo de raciocínio diagnóstico, dificultam a implementação desta ferramenta no ambiente de trabalho. Isto corrobora para uma maior incerteza e insegurança na determinação e diferenciação das respostas humanas. Assim, estudos de testes diagnósticos em populações específicas podem contribuir para facilitar o uso destes fenômenos de enfermagem na prática clínica. Objetivou-se avaliar a acurácia e o espectro de manifestação dos indicadores clínicos do diagnóstico de enfermagem Desobstrução ineficaz de vias aéreas (DIVA), em crianças com infecção respiratória aguda (IRA). Foi desenvolvido um estudo transversal, em um hospital infantil da rede pública do município de Fortaleza (CE), nos meses de abril a agosto de 2013. A amostra foi composta por 192 crianças com IRA. Para a coleta dos dados, realizou-se uma avaliação pulmonar das crianças e entrevista com os responsáveis. Estes dados foram analisados pela pesquisadora para determinação da presença ou ausência dos indicadores de DIVA, bem como de seus espectros de manifestação, com base em um protocolo de pesquisa. Posteriormente, essas informações foram encaminhadas a enfermeiros diagnosticadores, para inferir a probabilidade subjetiva de ocorrência do diagnóstico de enfermagem. Para a análise estatística, foram utilizados os pacotes estatísticos SPSS e R, e adotado um nível de significância de 5%. A maior parte das crianças era do sexo masculino (59,4%), com idade média de 23,13 meses. Pneumonia (67,7%) e Bronquiolite (20,8%) foram as principais infecções respiratórias encontradas. DIVA esteve definitivamente presente em 71,9% das crianças, e, definitivamente ausente em 7,3% das avaliadas. Os indicadores com maior prevalência foram: Tosse ineficaz (93,2%), Ruídos adventícios respiratórios (82,8%), Dispneia (67,8%), Quantidade excessiva de muco (67,7%), Ortopneia (50,5%), Mudanças no ritmo respiratório (47,4%) e Mudanças na frequência respiratória (46,9%). Dispneia, Inquietação, Ortopneia, Quantidade excessiva de muco, Ruídos adventícios respiratórios e Tosse ineficaz apresentaram relação linear significativa com a identificação de DIVA. Ademais, a manifestação de espectros mais graves de Dispneia, Ortopneia, Ruídos adventícios respiratórios e Tosse ineficaz foram associados à maior probabilidade de ocorrência do diagnóstico DIVA. Quanto às medidas de acurácia, Ruídos adventícios respiratórios, Tosse ineficaz, Dispneia, Ortopneia, Inquietação, Quantidade excessiva de muco e Sons respiratórios diminuídos, foram os indicadores mais importantes para DIVA, segundo atitude de baixo e moderado conservadorismo apresentado pelo diagnosticador. Diagnosticadores mais conservadores atribuíram maior importância para os indicadores Ruídos adventícios respiratórios, Quantidade excessiva de muco, Tosse ineficaz e Inquietação. Acredita-se que a investigação dos indicadores clínicos de DIVA e a análise estatística das medidas de acurácia destes indicadores, em crianças com IRA, podem contribuir para embasar o raciocínio diagnóstico e a assistência de enfermagem prestada a estes pacientes. No entanto, destaca-se que o comportamento dos indicadores clínicos sofrem variações, de acordo com peculiaridades de cada população. Assim, acredita-se que novos estudos são necessários.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7411
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_lzcandrade.pdf1,15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.