Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7042
Title in Portuguese: Contribuições epistemológicas/metodológicas para o fortalecimento de uma (cons)ciência emancipadora
Title: Contributions epistemological / methodological for the strengthening of a (con) science emancipatory
Author: Ferreira, Marcelo José Monteiro
Advisor(s): Rigotto , Raquel Maria
Keywords: Saúde Pública
Ciências Sociais
Issue Date: 2012
Citation: FERREIRA, M. J. M. Contribuições epistemológicas/metodológicas para o fortalecimento de uma (cons)ciência emancipadora. 2012. 260 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2012.
Abstract in Portuguese: O paradigma hegemônico de ciência, apesar de suas inquestionáveis contribuições à sociedade, encontra-se em meio a uma descrença ética e epistemológica crescente. Fruto de uma racionalidade que desprezou uma reflexão ontológica sobre sua práxis, contribuiu para criar novos e complexos problemas, colocando em risco a própria sobrevivência da humanidade. Na atual configuração social, temos problemas modernos para os quais não dispomos de soluções modernas. Tal situação tenciona para a construção de uma nova forma de produção de conhecimentos, capaz de dar resolutividade às questões que a própria ciência moderna contribuiu para engendrar. Objetivou-se uma análise na dimensão praxiológica dos pressupostos teórico-metodológicos e sociopolíticos da pesquisa “Estudo epidemiológico da população do baixo Jaguaribe exposta a contaminação ambiental em área de uso de agrotóxicos”. Utilizou-se o estudo de caso como método, precedido do uso de grupo focal, entrevista em profundidade e entrevista semiestruturada como técnica. Para a análise do material qualitativo adotou-se a Análise de Discurso em conformidade com os pressupostos da Hermenêutica de Profundidade. Em meio à descrença epistemológica que desponta no horizonte do paradigma moderno, encontra-se a oportunidade para repensar novas práticas de atuação no processo de construção do conhecimento. Dessa forma, esse estudo buscou superar os modos simplificadores de compreensão do real a partir da conjugação de aportes epistêmicos complexos. Fez-se, portanto, transdisciplinar, ao tempo em que objetivou compreender os fenômenos em suas múltiplas acepções. Refutou a falsa neutralidade axiológica que historicamente favoreceu os interesses das classes hegemônicas, contribuindo para ampliar as desigualdades sociais. Preocupou-se com a destinação social do conhecimento que produziu, posicionando-se politicamente em favor das classes menos favorecidas. Nesse sentido, tinha no horizonte a elaboração de um conhecimento científico capaz de comungar com o saber popular, de forma horizontal e fraterna. Assumiu o compromisso de manter o permanente diálogo entre a pesquisa e os atores sociais dos territórios investigados, alimentando os processos de luta e resistência desses sujeitos. Assim, utilizou o conhecimento científico em favor da contra hegemonia no intuito de dar voz às experiências invizibilizadas pelo paradigma hegemônico de ciência. Faz-se presente a necessidade de elaboração de novos processos de trabalho em pesquisa, capazes de incorporar a dimensão da subjetividade e da incerteza. Capaz de reconhecer na incompletude do saber científico, a conjuntura favorável para a tessitura de novas relações com os saberes camponeses, indígenas e tradicionais.
Abstract: The hegemonic paradigm of science, regardless of its unquestionable contributions to society, is in the middle of an increasing ethical and epistemological disbelief. The result of a rationality that flouted an ontological reflection about its praxis, it contributed to create new complex problems, endangering the very survival of mankind. In the present social configuration, we have modern problems to which we have no modern solutions. Such a situation tends to the construction of a new form of knowledge production, able to give resolution to problems that modern science itself has contributed to engender. This work aims to objective an analysis in the praxeological dimension of the theoretical-methological and sociopolitical presuppositions of the research “Epistemological study of the population of low Jaguaribe exposed to environmental contamination in area of agrotoxic usage”. The case study method was used, preceded by the use of focal groups, interview in depth and semi-structured interview as technique. For the analysis of the qualitative material the Discourse Analysis in conformity with the presuppositions of the Hermeneutics of Profundity was adopted. In the midst of the epistemological disbelief that arises in the horizon of the modern paradigm, it is possible to find an opportunity to rethink new performance practices in the process of knowledge construction. This way, this study aimed to surpass the simplifier ways of understanding of reality from the conjugation of complex epistemological inputs. It was, then, transdisciplinary, since it aimed to understand the phenomenon in its multiple meanings. It refuted the false axiological neutrality that has historically favored the interests of the hegemonic classes, contributing to widen the social inequalities. The social destination of the knowledge produced was a preoccupation in this work, positioning itself in favor of the less favored social classes. In this way, the elaboration of a scientific knowledge able to commune with the popular wisdom was aimed, in a horizontal and fraternal manner. The commitment of maintenance of a permanent dialogue between the research and the social actors of the investigated territories was set, feeding the processes of fight and resistance of those communities. Thus, it used the scientific knowledge in favor of the counter hegemony with the intention of giving a voice to the experiences that were not made viable by the hegemonic paradigm of science. The need of an elaboration of new work processes in research, able to incorporate the dimension of the subjectivity and uncertainty is a present demand. One able to acknowledge in the incompleteness of the scientific knowledge, the favorable conjuncture for the making of new relations with the rustic people’s wisdom, Indians and traditional.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7042
Appears in Collections:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_mjmferreira.pdf4,87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.