Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7034
Title in Portuguese: Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolecentes escolares do município de Fortaleza
Title: Prevalence of overweight and obesity among school adolescents in Fortaleza
Author: Campos, Lício de Albuquerque
Advisor(s): Leite, Álvaro Jorge Madeiro
Keywords: Obesidade
Prevalência
Issue Date: 2004
Citation: CAMPOS, L. A. Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolecentes escolares do município de Fortaleza. 2004. 105 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2004.
Abstract in Portuguese: O objetivo do estudo foi determinar a prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes matriculados em escolas públicas e privadas do Município de Fortaleza. A prevalência do excesso de peso foi analisada, levando-se em consideração o sexo e a faixa etária dos adolescentes, bem como o nível socioeconômico das famílias. Um estudo transversal de base populacional foi realizado de março a maio de 2003, com uma amostra de 1.158 adolescentes entre 10 a 19 anos, alunos do ensino fundamental da 5ª a 8 ª série e do ensino médio. As variáveis do estudo incluíram: sexo, faixa etária (adolescência precoce, 10 a 14 anos; e adolescência tardia, 15 a 19 anos) situação escolar (privada ou pública), nível socioeconômico e dados antropométricos. Na avaliação nutricional, foi utilizado o índice de massa corpórea. Foi considerado como ponto de corte para sobrepeso percentil igual ou maior que 85 e menor que 95 e para obesidade o percentil igual ou maior que 95. A referência para as medidas antropométricas foi baseada nas tabelas de Must et al.(1991). Na determinação do nível socioeconômico das famílias, foram utilizados os “Critérios de Classificação Econômica do Brasil” (IBOPE). A prevalência de sobrepeso/obesidade foi de 19,5%, sendo maior nas escolas privadas do que nas públicas (23,9 e 18,0%, respectivamente). Em relação ao sexo, o excesso de peso foi distribuído igualmente nos dois grupos de colégios, contudo, nas escolas particulares foi mais frequente no sexo masculino, não sendo observada diferença nos colégios públicos. Foi encontrada maior prevalência de sobrepeso/obesidade na adolescência precoce do que na adolescência tardia. Nos estratos sociais mais elevados, a prevalência de sobrepeso/obesidade foi maior, sendo os rapazes e os adolescentes entre 10 a 14 anos os que mais contribuíram para esta diferença. Conclui-se que é elevada a prevalência de adolescentes com sobrepeso/obesidade no Município de Fortaleza, sendo maior nas escolas da rede privada, na adolescência precoce e nas classes de maior nível socioeconômico, não se encontrando diferença entre os sexos.
Abstract: The aim of this study was to determine the prevalence of the overweight and obesity in adolescents from public and private schools in the city of Fortaleza, Brazil. The overweight and obesity prevalence was analyzed considering gender and age, as well as the family’s socioeconomic background. A population-based cross-sectional study was conducted between March and May of 2003, including a sample of 1,158 adolescents (10 to 19 years old) enrolled in elementary education (between the fifth and eight grades) and in high school. The variables included in this study were: gender, age group (early adolescence- 10 to14 years old and late adolescence-15 to 19 years old), type of school (public or private), socioeconomic level, and anthropometric measures. The Body Mass Index (BMI) was used in the nutritional assessment. Overweight was defined as the BMI equal or above to the 85 percentile and below to the 95 percentile while obesity was defined as BMI equal or above to the 95 percentile. The reference of the anthropometric measures was based on the tables provided by Must et al. (1991). The economic classification of Brazil (IBOPE) was used to determine the socioeconomic level. The overall prevalence of overweight/obesity was 19.5%; the proportion in private schools was higher than in public schools (23.9 e 18.0%, respectively). Regarding gender, the overweight incidence was similar in both types of schools; however, its prevalence among males was higher in private schools while no difference among males and females was found in public schools. Overweight/obesity prevalence among adolescents aged 10 to 14 years old was higher than among adolescents aged 15 to 19 years old. The highest rates were found in the highest SES stratum, being males and adolescents aged 10 to14 years old responsible for this difference. It was concluded that the prevalence of overweight/obesity among adolescents in the city of Fortaleza is considerably elevated, being higher in private schools, in the early adolescence, and in the highest SES level. No difference was found in this rate among males and females.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7034
Appears in Collections:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2004_dis_lacampos.pdf353,15 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.