Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6566
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorOliveira, Manfredo Araújo de-
dc.contributor.authorHeck, Ralph Leal-
dc.date.accessioned2013-11-12T14:22:04Z-
dc.date.available2013-11-12T14:22:04Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationHECK, Ralph Leal. O questionamento sobre a primazia lógica a partir da concepção de fato no Tractatus de Wittgenstein. 2012. 104 f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Filosofia, Fortaleza (CE), 2012.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6566-
dc.description.abstractThe present study is an attempt to articulate a discussion born out of the comparison between different interpretations of Wittgenstein’s Tractatus. Out of the problems that arise, this study highlights the question of primacy of the logic dimension from the conception of fact. In other words, from the ideia of divisibility or indivisibility of the fact it’s possible to suppose that: either the ontological dimension gives logical structure to language, or it’s language that gives the reality a logical structure. This point of contention arises from the comparison between the commentators Marrill B. Hintikka, Jaakko Hintikka, Hans-Johan Glock, P.M.S. Hacker e Donald Peterson. Once estabilished these reading parallels, I resort to the attempt of elaborating an exit to this question involving two stages: a reading of the main concepts involved in the problem and Wittgenstein’s possible answers to this question of primacy. Which leads indeed to a elimination of this possibility of primacy when considering the Tractatus own terms.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherwww.teses.ufc.brpt_BR
dc.subjectWittgenstein, Ludwig, 1889-1951 - Crítica e interpretaçãopt_BR
dc.subjectLinguagem e línguas - Filosofiapt_BR
dc.subjectOntologiapt_BR
dc.subjectLógicapt_BR
dc.titleO questionamento sobre a primazia lógica a partir da concepção de fato no Tractatus de Wittgensteinpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO presente estudo é uma tentativa de articular uma discussão que nasce da comparação entre diferentes interpretações do Tractatus de Wittgenstein. Dos problemas que surgem, este estudo evidencia a questão de primazia da dimensão lógica a partir da concepção de fato. Isto é, a partir da ideia de divisibilidade ou indivisibilidade do fato é possível supor que: ou a dimensão ontológica cede a estrutura lógica à linguagem, ou é a linguagem quem imprime sobre a realidade uma estrutura lógica. Este ponto de tensão surge da comparação entre os comentadores Marrill B. Hintikka, Jaakko Hintikka, Hans-Johan Glock, P.M.S. Hacker e Donald Peterson. Uma vez estabelecido estes paralelos de leitura, recorro à tentativa de elaborar uma saída para esta questão envolvendo duas etapas: uma leitura dos principais conceitos envolvidos no problema e as possíveis respostas de Wittgenstein a esta questão da primazia. O que leva de fato a uma eliminação desta possibilidade de primazia considerando os próprios termos do Tractatus.pt_BR
dc.title.enThe question of primacy of the logic from the conception of fact in Wittgenstein's Tractatuspt_BR
Appears in Collections:PPGFILO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012-DIS-RLHECK.pdf746,83 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.