Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6553
Title in Portuguese: Familiares e profissionais de saúde : cuidados domiciliares no final da vida
Title: Family and health professionals : home care in later life
Author: Bomfim, Ana Helena Araújo
Advisor(s): Pontes, Ricardo José Soares
Keywords: Morte
Atenção Primária à Saúde
Cuidados Paliativos
Issue Date: 2011
Citation: BONFIM, A. H. A. Familiares e profissionais de saúde : cuidados domiciliares no final da vida. 2011. 105 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2011.
Abstract in Portuguese: Propõe-se compreender como é cuidar de pessoas com doença em estágio terminal no domicílio na perspectiva dos familiares e profissionais de saúde de Sobral/CE, com o objetivo de refletir sobre os cuidados domiciliares no final da vida no Sistema Único de Saúde (SUS). Considerando os cuidados no final da vida como campo de estudos que engloba um conjunto de teorias e práticas que têm por objeto central o processo de morrer, esse tema torna-se relevante no contexto atual de transição demográfica e epidemiológica, na qual há um crescente envelhecimento populacional e um aumento da prevalência de doenças cronicodegenerativas (doenças cardiovasculares e neoplasias), além da maior longevidade proporcional da população de idosos, que demandam uma reorganização dos serviços de saúde. Além disso, observa-se maior visibilidade nacional dos cuidados paliativos, modelo da gestão dos cuidados no final da vida, apesar de ausência de uma política efetiva. Abordar o cuidado no processo de morrer exige um esforço interdisciplinar, recorrendo aos estudos históricos sobre a morte, a Tanatologia e aos conceitos e teorias das ciências humanas e sociais do campo da Saúde Coletiva. Por meio de pesquisa de abordagem qualitativa, foram entrevistados sete familiares de pessoas com uma doença terminal ou que já faleceram, três profissionais da Estratégia Saúde da Família (enfermeiros e médico) e dois profissionais do serviço público de Home Care do município. Estabeleceu-se como categorias de análise: os cuidados no final da vida, as necessidades dos doentes e familiares, a relação dos familiares com os serviços de saúde, a formação e capacitação profissional, relação dos profissionais de saúde com a família; e o papel dos serviços de saúde nos cuidados no final da vida. Considera-se que, apesar do discurso da humanização dos cuidados, refletida na prerrogativa de viver os últimos momentos de vida com a família, esconde-se um grave problema de descontinuidade dos cuidados. Ao identificar a impossibilidade de cura, o doente é encaminhado para casa, sem a devida referência à ESF ou a outro serviço de assistência domiciliar. Desse modo, apesar dos esforços da família e dos profissionais de saúde, considera-se que pouco se logra melhora na qualidade de vida de quem morre por uma doença.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6553
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_dis_ahabonfim.pdf730,47 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.