Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6301
Title in Portuguese: Significados da morte: o discurso da imprensa sobre crimes que "abalaram" o Brasil
Author: Paiva, Luiz Fábio Silva
Advisor(s): Barreira, César
Keywords: Death. Crime. Violence. Justice. Media
Violência na comunicação de massa - 2008 a 2011
Crime violento - aspectos sociais - Brasil - 2008 a 2011
Homicídio - aspectos sociais - Brasil - 2008 a 2011
Issue Date: 2012
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: Paiva, L. F. S.; Barreira, C. (2012)
Abstract in Portuguese: O trabalho reflete sobre como os meios de comunicação retrataram mortes que se tornaram, devido à sua repercussão na imprensa brasileira, símbolos de crimes violentos no País. São estudadas de um ponto de vista sociológico, fundamentadas em uma perspectiva de análise compreensiva, as mortes de Daniella Perez, Tim Lopes, João Hélio e Isabella Nardoni. Como recurso metodológico, esses acontecimentos foram pesquisados, de 2008 a 2011, a partir de conteúdos online disponíveis na Internet. A revisão dos conteúdos disponíveis privilegiou o material produzido pela imprensa brasileira disponível em websites que armazenam e possibilitam acesso a narrativas, discursos e argumentações sobre cada um dos crimes. A compreensão desses conteúdos se fundamentou em uma análise crítica dos discursos produzidos por múltiplas instâncias de produção de notícias e veiculados em diversos tipos de mídia. Cada um dos casos foi estudado em sua especificidade e possibilitou, também, uma análise conjunta das sistematicidades pertinentes ao trabalho da imprensa na elaboração de notícias e sentidos sobre os crimes estudados. Observou-se como a imprensa constrói formas de representação dos crimes a partir de argumentações que implicam na forma de reconhecimento social das vítimas e dos acusados de protagonizarem suas mortes. Verificou-se como os meios de comunicação são espaços de lutas políticas pelo estabelecimento da verdade e da justiça em relação a cada um dos crimes. Ademais, evidenciou-se que as notícias, para a imprensa brasileira, são formas de comunicar, discutir e problematizar sobre os princípios morais que fundamentam as sociedades democráticas de direito. Nessa pesquisa, foi possível observar que, ao falar das mortes, as instâncias de produção falam, sobretudo, da vida das pessoas envolvidas no acontecimento. Enquanto se preocupam em comunicar a morte de uma pessoa, os produtores de notícias se reportam a múltiplas questões sociais, retratando os aspectos subjetivos que envolvem cada um dos casos. Ao narrar as mortes de Daniella, Tim, João e Isabella, a imprensa brasileira discorreu sobre problemáticas que envolveram sua realização, imprimindo séries de aspectos negligenciados e revelados conforme a lógica do que se deseja ocultar e demonstrar em seus conteúdos. As maneiras de comunicar as mortes estudadas são permeadas de argumentos que buscam criar uma maneira de ver, sentir, perceber e agir em relação ao crime no Brasil.
Abstract: This research reflects on how the media retracted the deaths that have become, due to its effect in the Brazilian press, symbols of violent crimes in such country. The deaths of Daniella Perez, Tim Lopes, João Hélio and Isabella Nardoni are studied from a sociological point of view, based on a comprehensive analysis perspective. As a methodological resource, these events were investigated, from 2008 to 2011, from online contents available on the Internet. The review of available contents privileged the material produced by the Brazilian press available on websites that store and allow access to narratives, speeches and arguments about each of the crimes. The understanding of these contents was based on a critical analysis of speeches produced by multiple instances of news production and broadcast in various media. Each case was studied in its specificity and also allowed a joint analysis of systematicities pertaining to the press work in developing news and meanings about the analyzed crimes. It was observed how the press constructs forms of crime representation from arguments that involve the social recognition of the victims and accused of committing their deaths. It was verified how the media are spaces of political struggle for the establishment of truth and justice in relation to each of the crimes. Furthermore, it was evidenced that news, to the Brazilian press, are ways to communicate, discuss and question on the moral principles underlying the law democratic societies. In this research, it was observed that, when speaking of the deaths, the production instances speak, especially, of lives of people involved in the event. While concerned with communicating the death of a person, the producers of news report to multiple social issues, portraying the subjective aspects that involve each of the cases. By narrating the deaths of Daniella, Tim, João and Isabella, the Brazilian press dwelt on issues surrounding its implementation, printing series of neglected and revealed aspects according to the logic of what the press wants to hide and show on its contents. The ways of communicating the analyzed deaths are permeated with arguments that seek to create a way to see, feel, perceive and act regarding crime in Brazil.
Description: PAIVA, Luiz Fábio Silva. Significados da morte: o discurso da imprensa sobre crimes que "abalaram" o Brasil. 2012. 376f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza (CE), 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6301
Appears in Collections:PPGS - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012-TESE-LFSPAIVA.pdf3,78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.