Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6221
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLinhares, Fabrício Carneiro-
dc.contributor.authorGomes, Aurilene Costa-
dc.date.accessioned2013-10-17T17:36:49Z-
dc.date.available2013-10-17T17:36:49Z-
dc.date.issued2011-
dc.identifier.citationGOMES, Aurilene Costa. Sincronização dos ciclos de arrecadação do ICMS no Nordeste. 2011. 36f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público). Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6221-
dc.description.abstractThe company has constantly sought to know what the current state of the economy (recession or expansion). The ICMS is a tribute to greater participation in state revenue, levied on the value added, therefore, its collection is directly tied to the level of economic activity. This work aims to analyze the synchronization of cycles of collection of VAT in the northeastern states including the aggregated collection of the Northeast, it is noteworthy, which is the first to do this research. Data were obtained from the Permanent Technical Committee of the VAT, the Ministry of Finance and correspond to the monthly collection of VAT at current prices from January 1997 to December 2010. Were converted into quarterly, adding the amounts received in each quarter, totaling 10 sets with 56 observations each. The methodology was proposed by Harding and Pagan (2002), where, using non-parametric models, it was possible to date the periods in which the collection of quarterly VAT states were in recession. It was concluded that, in general, the recessions lasted two to four quarters, which is the state of Piauí presented the 12 quarters of recession.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectCiclos econômicospt_BR
dc.subjectICMS - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviçospt_BR
dc.titleSincronização dos ciclos de arrecadação do ICMS no Nordestept_BR
dc.typeDissertationpt_BR
dc.description.abstract-ptbrA sociedade tem buscado constantemente saber qual é o estado atual da economia (recessão ou expansão). O ICMS é o tributo de maior participação na receita estadual, incide sobre o valor agregado, portanto, sua arrecadação está diretamente vinculada ao nível da atividade econômica. Este trabalho visa analisar a sincronização dos ciclos de arrecadação do ICMS nos estados nordestinos incluindo a arrecadação agregada da Região Nordeste, vale ressaltar, que é o primeiro a fazer esta investigação. Os dados foram obtidos através da Comissão Técnica Permanente do ICMS, do Ministério da Fazenda e correspondem à arrecadação mensal do ICMS em valores correntes entre janeiro de 1997 a dezembro de 2010. Foram convertidos em trimestrais, agregando os valores arrecadados em cada trimestre, totalizando 10 séries com 56 observações cada. A metodologia foi a proposta por Harding e Pagan (2002), onde, usando modelos não-paramétricos, foi possível datar os períodos nos quais a arrecadação trimestral do ICMS dos estados encontravam-se em recessão. Concluiu-se que, em geral, os períodos recessivos duravam de 2 a 4 trimestres, sendo o estado do Piauí o que apresentou 12 trimestres de recessão.pt_BR
Appears in Collections:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_dissert_acgomes.pdf98,02 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.