Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6187
Title in Portuguese: A inserção no mercado de trabalho de pessoas com diferentes níveis de deficiências no Estado do Piauí
Author: Alencar, Ivoneide Pereira de
Advisor(s): Soares, Ricardo Brito
Keywords: Mercado de Trabalho
Issue Date: 2010
Citation: ALENCAR, Ivoneide Pereira de. Inserção no mercado de trabalho de pessoas com diferentes níveis de deficiências no Estado do Piauí, A. 2010. 35f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público - Piauí) - Programa de Pós Graduação Em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2010.
Abstract in Portuguese: O propósito deste trabalho é analisar a inserção no mercado de trabalho de pessoas com diferentes níveis de deficiências no Estado do Piauí. Para isto, utilizou-se um modelo Logit de probabilidade de trabalho para pessoas com dificuldades declaradas de visão, audição e locomoção nos seguintes níveis: i) alguma dificuldade permanente, ii) grande dificuldade permanente, e iii) incapacidade. A base de comparação foram pessoas que declararam não ter nenhuma dificuldade, e a base de dados utilizada foi a amostra representativa do Censo 2000 – IBGE para o estado do Piauí. Evidenciou-se que a probabilidade de inserção no mercado de trabalho aumenta com o nível de dificuldade declarada, apresentando um sobresalto significativo para a incapacidade. Entre as deficiências encontradas, observouse que as dificuldades relativas de inserção no mercado são menores para a audição quando comparadas à visão e locomoção. Outros resultados de inserção do mercado de trabalho foram padrões na literatura como a importância da educação e a função quadrática da idade na probabilidade de trabalho. Destaca-se ainda que o recebimento de transferências do governo mostrou ter uma correlação negativa com a oferta de trabalho. Este resultado, no contexto da deficiência, enfatiza que embora seja importante a cobertura do governo às pessoas com deficiência, é preciso que esta não gere incentivos adversos para estas pessoas.
Abstract: The intention of this work is to analyze the insertion in the market of work of people with different levels of deficiencies in the State of the Piauí. For this it used a Logit model of probability of work for people with declared difficulties of vision, hearing and locomotion in the following levels: i) some permanent difficulty, II) great permanent difficulty, and III) incapacity. The comparison base had been people whom they had declared not to have no difficulty, and the database used was the representative sample of the Census 2000 - IBGE for the state of the Piauí. It was proven that the probability of insertion in the work market increases with the level of declared difficulty, presenting a significant on-jump for the incapacity. Between the found deficiencies, it was observed that the relative difficulties of insertion in the market are lesser for the hearing when compared the vision and locomotion. Other results of insertion of the work market had been standards in literature as the importance of the education and the quadrática function of the age in the work probability. It is distinguished despite the act of receiving of transferences of the government showed to have a negative correlation with offers of work. This result in the context of the deficiency emphasizes that even so it is important the covering of the government the people with deficiency, is necessary that this does not generate adverse incentives for these people.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6187
Appears in Collections:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_dissert_ipalencar.pdf114,16 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.