Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5898
Title in Portuguese: A evidencialidade em textos acadêmicos de grau do português brasileiro contemporâneo
Title: The evidentiality in academic texts grade Brazilian Portuguese contemporary
Author: Carioca, Cláudia Ramos
Advisor(s): Nogueira, Márcia Teixeira
Keywords: Discurso Acadêmico
Modalidade
Evidencialidade
Linguistica
Estratégia Discursiva
Texto Acadêmico de Grau
Evidenciais (Linguística)
Língua Portuguesa – Modalidade
Gramática Funcional do Discurso
Análise Lingüística
Teses
Evidentiality
Modality
Academic Discourse
Discursive Strategy
Degree of Academic Texts
Issue Date: 2009
Publisher: http://www.teses.ufc.br
Citation: Carioca, C. R.; Nogueira, M. T. (2009)
Abstract in Portuguese: A evidencialidade é uma categoria linguística que diz respeito à fonte das informações veiculadas e, nessa indicação, está também relacionada com estratégias de (des) comprometimento do enunciador com tais informações. No intuito de investigar a manifestação dessa categoria na construção dos trabalhos acadêmicos de grau do português brasileiro contemporâneo, a pesquisa objetiva: a) rediscutir o estatuto da evidencialidade como categoria linguística; b) analisar as relações entre modalidade e evidencialidade; c) verificar as estratégias utilizadas no uso das marcas de evidencialidade nas monografias, dissertações e teses; d) identificar, descrever e analisar as marcas linguísticas evidenciais nos trabalhos científicos em foco; e) relacionar o uso de evidenciais com estratégias para efeito de (des)comprometimento na construção textual. Ao identificar e interpretar as marcas evidenciais na construção dos textos acadêmicos, a pesquisa busca contribuir para a explicitação dos efeitos de sentido vinculados à veiculação das informações de forma estratégica, já que essas marcas são utilizadas com propósitos diversificados, como, por exemplo, o recurso ao chamado “argumento de autoridade”, a atenuação da responsabilidade em relação ao que é dito, a modalização no contínuo entre a certeza e a não-certeza, sugerindo um grau de comprometimento em relação à verdade da proposição, bem como um posicionamento crítico em relação a ela. A análise, orientada por pressupostos funcionalistas, conta com uma dimensão teórica, voltada para a rediscussão dos limites conceituais entre as categorias modalidade e evidencialidade; e uma dimensão analítica, que, em constante diálogo com a teoria, investiga, qualitativa e quantitativamente, o uso de marcas da evidencialidade nas monografias, dissertações e teses. A escolha desses gêneros textuais para a constituição do corpus justifica-se pela suposição de que apresentam uma maior quantidade de informação cuja fonte não é o próprio autor, o que condiciona o uso das marcas de evidencialidade na relação observável com o grau de comprometimento do produtor relativamente à informação veiculada. A obtenção das 1500 ocorrências para esta pesquisa concretizou-se a partir da organização de um corpus constituído por trinta trabalhos acadêmicos de grau (dez monografias, dez dissertações e dez teses), dos quais foi utilizado um recorte como material de análise, selecionando-se a introdução, um capítulo de fundamentação teórica e a conclusão. Os dados obtidos foram analisados segundo as seguintes categorias: a) os meios linguísticos de expressão da evidencialidade no discurso acadêmico que envolve a produção textual da monografia, da dissertação e da tese foram especificados em relação ao tipo de marca evidencial (item lexical ou gramatical - verbo, substantivo, adjetivo, advérbio, preposição; enunciado metadiscursivo, justaposição simples, normas citativas da ABNT; e à posição de tal marca em relação à fonte (anteposta, intercalada, posposta); b) os tipos de noções evidenciais caracterizadoras do aspecto semântico, a fonte da informação (sujeito-enunciador, fonte externa definida, fonte externa indefinida, domínio comum); o acesso evidencial (direto, menos direto, indireto); a natureza evidencial da informação (subjetiva, experiencial, inferencial, relatada); c) os aspectos pragmático-discursivos, ou seja, os efeitos de sentido na construção da argumentação relacionados à expressão do alto, médio ou baixo comprometimento com o que está sendo informado. Predominou, na construção dos três gêneros de trabalhos acadêmicos de grau, o efeito de baixo comprometimento, sendo a diferença entre alto e baixo comprometimento aproximadamente a mesma nos três gêneros. Quanto aos aspectos semânticos, predominou a fonte externa definida, indireta e relatada, manifestada por meio de verbos dicendi, que se intercalam entre a fonte e o conteúdo asseverado.
Abstract: Evidentiality is a linguistic category related to the source of informations and also to strategies of commitment degrees of the author with these informations. With the intent of investigating the manifestation of that category in the construction of academic degree works in contemporary Brazilian Portuguese, this research aims to: a) re-discuss the status of evidentiality as a linguistic category; b) analyze the relations between modality and evidentiality; c) examine the strategies employed in the use of evidentiality marks in the monographs, dissertations and theses; d) identify, describe and analyze the evidential linguistic marks in the scientific works in focus; e) relate the use of evidentials to strategies for compromise effect in textual construction. By identifying and interpreting the evidential marks in the construction of academic texts, this research seeks to contribute to express explicitly the meaning effects linked to the transmitting of information strategically, since these marks are used for diverse purposes, such as resorting to the so-called "authority argument”, attenuation of liability in relation to what is said, modalization in the continuum between certainty and non-certainty, suggesting a degree of commitment in relation to the truth of the proposition, also a critical positioning in relation to the proposition. This analysis, guided by functionalist assumptions, has a theoretical dimension, aimed at re-discussion of the conceptual boundaries between modality and evidentiality categories, and an analytical dimension, which, in constant dialogue with the theory, researches in a qualitative and quantitative way the use of evidentiality marks in monographs, dissertations and theses. The choice of these text genres for the corpus constitution is justified by the assumption that they present a greater amount of information whose source is not the author himself, conditioning the use of evidentiality marks in the observable relationship with the degree of commitment of the author related to the information conveyed. The acquisition of 1500 instances for this research came true from the organization of a corpus consisting of thirty academic degree (ten monographs, ten dissertations and ten theses), which was used as a cut-off for analysis: introduction, one chapter of theoretical discussions and conclusion. Data were analyzed according to these categories: the type of mark evidential (lexical or grammar item – verb, noun, adjective, adverb, preposition; metadiscursive statement, simple juxtaposition, quotatives marks of ABNT) and the position of such mark in relation to source (before, between, after); b) the types of concepts characteristic of the evidential semantics are described, the source of information (the utterer, defined external source, undefined external source, common domain); the evidential access (direct, less direct, undirect); the nature of evidential information (subjective, experiential, inferential, reported); c) the pragmatical and discursive aspects, that is, the effects of meaning associated with the construction of the arguments in that concerns to the expression of high, medium or low commitment to what is being reported. In three genres of academic degree, the low commitment was more frequent and the differences between high and low commitment is nearly the same in these genres. Regarding to semantic aspects, the external, indirect and reported source was the most frequent, explicit by dicendi verbs, that appear between the source and the contend asserted.
Description: CARIOCA, Cláudia Ramos. A evidencialidade em textos acadêmicos de grau do português brasileiro contemporâneo. 2009. 201f. Tese (Doutorado em Linguística) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5898
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGL - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_tese_crcarioca.pdf1,17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.